.posts recentes

. Recordes, risadas e mexer...

. Chakvetadze imparável em ...

. ATP e WTA - Indianapolis,...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Recordes, risadas e mexericos

No decorrer da semana tenística, mais houve para além dos simples e habituais encontros de ténis. De facto, neles e fora deles, registaram-se alguns episódios engraçados, dignos de registo aqui no blog.

Começando pelas senhoras, a dada altura da partida final do torneio de Stanford, a russa Chakvetadze ficou impossibilitada de responder a uma bola da adversária. Vejam porquê, abaixo. A ocorrência caricata foi aceite pela simpática russa com boa disposição e não perturbou nem um pouco a caminha vitoriosa que levava.

Ainda nos EUA, mas já no torneio de Indianapolis, o jovem Sam Querrey bateu um recorde: o do número consecutivo de ases. Com os 10(!) seguidos que conseguiu no encontro dos quartos-de-final, frente ao seu compatriota James Blake, tão cedo não verá superada esta proeza, totalmente inesperada no contexto do ténis actual, muito menos propenso para os tenistas portadores do "serviço-bomba".

Sam Querrey conseguiu uma proeza impensável para o ténis actual

A série magnífica começou no último ponto do tie-break do primeiro set, tendo prosseguido nos segundo e quarto jogos do segundo parcial (vencidos em branco) e terminado no segundo ponto do sexto jogo, no qual cometeu uma dupla-falta. No entanto, Querrey voltou a sacar mais dois ases nos dois pontos seguintes, o que perfez uma incrível soma de 12 ases em 13 pontos de serviço. No final, a vitória acabou mesmo por sorrir ao mais novo dos americanos, por 7-6(8-6), 6-7(4-7) e 7-6(7-4), num encontro onde houve apenas um break-point, salvo por James Blake. Notável!

Segundo a imprensa croata, Djokovic ter-se-á envolvido em cenas menos próprias. O pai já desmentiu.

Por fim, também na Croácia houve histórias para contar e a mais curiosa envolveu o carismático sérvio Novak Djokovic. Depois da surpreendente derrota que averbou, na ronda inaugural, frente ao compatriota Viktor Troicki, "Nole" foi acusado, por alguma imprensa croata, de ter perdido por ter sido incapaz de recuperar de uma noite de farra. Segundo os jornais daquele país, Djokovic ter-se-á envolvido numa orgia com as hospedeiras do torneio. Verdade ou não, certo é que a bizarra história foi já dementida pelo seu pai, que diz que "tudo não passa de uma grande mentira".

 

publicado por Morais às 19:39
link do post | comentar | favorito

Chakvetadze imparável em Stanford

Anna Chakvetadze tem-se revelado uma verdadeira devoradora de provas WTA.  A russa voltou a vencer, esta semana, um evento do circuito mundial feminino, desta feita o Tier II de Stanford, tendo derrotado a indiana Sania Mirza, já recuperada de uma impeditiva lesão no pé, na final do torneio americano. Os parciais de 6-3 e 6-2 são bem elucidativos quanto à superioridade de Chakvetadze e o mérito é ainda maior se atendermos à semana de Mirza. É que, recorde-se, a indiana derrotou três cabeças-de-série na sua caminhada para a final: Tatiana Golovin, Patty Schnyder e Sybille Bammer.

Sexto título da carreira para Chakvetadze, quarto do ano e terceiro nas últimas cinco semanas. Impressionante!

No entanto, Chakvetadze não foi capaz de juntar o título de pares ao de singulares, fraquejando, ao lado da nossa conhecida Victoria Azarenka, na final, frente à israelita Sahar Peer e à indiana Sania Mirza, que obteve, assim, uma espécie de "vingança" pessoal.

 

Quadro final Stanford'07

 

publicado por Morais às 13:34
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

ATP e WTA - Indianapolis, Umag, Kitzbühel, Stanford e Bad Gastein

Logo IndianapolisLogo UmagLogo Kitzbühel

Logo StanfordLogo Gastein

À semelhança do verificado na última semana, voltam a ser três os torneios do ATP Tour e dois os do WTA a decorrer na presente semana. Indianapolis, Umag e Kitzbühel são os destinos de muitas das grandes figuras do circuito masculino, de entre as quais se destacam Andy Roddick e Novak Djokovic, de regresso ao activo após o torneio de Wimbledon. Do lado das senhoras, jogar-se-á em Stanford e Bad Gastein (Áustria), no mesmo complexo onde decorrerá o europeu de juniores (SM e SF), que contará com a presença dos portugueses Gastão Elias, João Sousa, Marina Gallo e Maria Guerreiro, todos eles em luta pelo título europeu das respectivas categorias.

O evoluir dos resultados pode ser acompanhado nos respectivos sites dos torneios, bem como através do livescore do site do ATP.

E, para finalizar, apenas uma nota, a título de curiosidade, que tem a ver com Marko Djokovic. Isso mesmo, Marko. É o irmão mais novo (15 anos) de Novak Djokovic e, pelo que dizem, é ainda melhor que o recente vencedor do Estoril Open, semi-finalista em Roland Garros e Wimbledon e uma das maiores promessas/certezas do ténis mundial.  Em Umag actuarão juntos, no torneio de pares masculinos, pelo que já poderemos ter uma ideia da real valia deste Marko Djokovic. Aguarda-se com expectativa, então, a estreia de ambos, marcada para amanhã.

 

Quadro Indianapolis'07

Quadro Umag'07

Quadro Kitzbühel'07

Quadro Stanford'07

Quadro Bad Gastein'07

 

publicado por Morais às 17:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Visitas

blogs SAPO