.posts recentes

. Gil afastado em São Marin...

. Gil regressou ao activo

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Sexta-feira, 10 de Agosto de 2007

Gil afastado em São Marino

Gil cumpriu sem deslumbrar

Terminou hoje a participação de Frederico Gil no challenger de San Marino. Tal como se esperava, o português não foi capaz de contrariar o favoritismo do italiano Potito Starace, um dos jogadores mais em forma nesta temporada de terra batida e actual 31º da hierarquia mundial. No entanto, com o excelente início de partida que protagonizou, Frederico Gil chegou a assustar o adversário. Tendo conseguido um break logo de entrada, o tenista luso manteve-se na frente, até a chuva obrigar a uma paragem forçada. E quando os jogadores regressaram ao court, Starace tomou as rédeas do encontro e permitiu apenas mais um jogo ao português, transformando um 2-4 no set inaugural num 6-4 e 6-1 final. Ainda assim, Gil cumpriu com a sua obrigação e somou 8 pontos para o ranking mundial, levando também 1460€ mais para casa.

Na próxima semana, o português estará num outro torneio challenger, desta feita de 50000$, em Cordenons, Itália.

 

publicado por Morais às 02:22
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Gil regressou ao activo

Gil continua a sua campanha em challengers de terra batida

O português Frederico Gil regressou ao activo esta semana, no que concerne a torneios do circuito mundial. Depois de uma pausa de duas semanas, aproveitada para debelar uma lesão e para tratar de alguns assuntos pessoais, o tenista luso teve uma curta passagem pela Alemanha, mais concretamente pelo campeonato alemão de clubes, antes de rumar a Itália, onde participou no challenger de Trani, na condição de quarto cabeça-de-série. No entanto, apesar do estatuto que possuía, Gil não foi capaz de ultrapassar a segunda ronda, sendo parado pelo argentino Mariano Puerta, o tal que atingiu a final de Roland Garros, em 2005, antes de acusar positivo num controlo anti-doping e ser suspenso por dois anos. De regresso ao activo, o tenista das pampas não deixou créditos em mãos alheias e superou o português em apenas dois parciais, 6-3 e 7-5.

Entretanto, Frederico Gil rumou já até São Marino, onde participará num challenger local, de 100000$, mas agora na condição de último tenista qualificado directamente para o quadro principal. Na primeira ronda defronta o chileno Adrian García, recente finalista dos Jogos Pan-Americanos e, caso vença, poderá encontrar Potito Starace, o tenista mais cotado da grelha, na segunda ronda. Vida difícil para o português.

 

publicado por Morais às 17:15
link do post | comentar | favorito

.Visitas

blogs SAPO