Porto

.posts recentes

. Ainda o Open da Austrália...

. De passagem...

. Rankings de 2007

. Michelle Brito faz histór...

. US Open - Juniores Femini...

. Gastão Elias e Michelle B...

. Gastão Elias treina com M...

. Wimbledon - Gastão Elias ...

. Wimbledon - Michelle Brit...

. Wimbledon - Sorteio do qu...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

.Stats

Domingo, 3 de Fevereiro de 2008

Ainda o Open da Austrália'08...

 

 

Como nem só das competições seniores de singulares vive um torneio do Grand Slam, não poderia deixar de dar o devido destaque aos vencedores e vencidos nas restantes vertentes.

 

 

Começando pela competição de pares masculinos, registou-se a primeira vitória de um par israelita na história do ténis mundial. Andy Ram e Jonathan Erlich sagraram-se vencedores deste primeiro Grand Slam da temporada, ao vencerem o par Arnaud Clément / Michael Llodra, por 7-5 e 7-6(4). Foi o décimo primeiro título da dupla israelita.

 

 

Na competição de pares femininos, Israel voltou a ter representante: Shahar Peer. No entanto, desta feita, a israelita não foi capaz de conquistar o título na companhia da bielorrussa Victoria Azarenka - que é treinada pelo português Antónia Van Grichen-, cedendo frente às "manas" Bondarenko, Alona e Katerina, por 2-6, 6-1 e 6-4. As ucranianas conquistaram em Melbourne o primeiro título, em pares femininos, das suas carreiras.

 

 

Já na competição de pares mistos, o título foi para o sérvio Nenad Zimonjic e para a chinesa Tiantian Sun, que derrotaram os indianos Mahesh Bupathi e Sania Mirza, por 7-6(4) e 6-4. A dupla quinta cabeça-de-série demonstrou na final o poderio exibido nos encontros anteriores, em que venceu as primeira e terceira mais cotadas duplas em prova.

 

 

 

Por fim, nos juniores, Bernard Tomic e Arantxa Rus venceram as competições masculina e feminina, respectivamente.

Tomic bateu Tsung-Hua Yang na final, por 4-6, 7-6(5) e 6-0 e, aos 15 anos e 3 meses de idade, tornou-se no mais jovem de sempre a vencer uma competição júnior do Grand Slam, destronando o norte-americano Donald Young.

Por seu lado, Arantxa Rus, de 17 anos, derrotou Jessica Moore e impediu o pleno australiano (quer Tomic quer Moore são australianos). Em apenas dois parciais, 6-3 e 6-4, a holandesa demonstrou ser uma das melhores juniores mundiais e apresta-se agora para participar em força numa campanha de challengers do circuito mundial feminino.

 

publicado por Morais às 02:28
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

De passagem...



Ao que tudo aponta será breve a passagem de Gastão Elias pela 6ª posição do ranking mundial júnior, uma vez que a IMG, empresa que gere a carreira do jovem português, decidiu, desde já, "lançá-lo às feras".
Apostado na afirmação no circuito profissional sénior, é muito provável que o tenista da Lourinhã não volte a jogar qualquer evento júnior, mas este não deixa de ser um marco histórico e um registo notável, apenas superado pelo de Cunha e Silva, nº1 mundial do escalão entre Janeiro e Abril de 1985.

publicado por Morais às 00:50
link do post | comentar | favorito
Domingo, 30 de Dezembro de 2007

Rankings de 2007

Agora que terminou a temporada de 2007 (aqui contamos challengers e futures também, porque a dos tenistas de topo já há muito acabou), é hora de apresentar dados e fazer o balanço daquilo que aconteceu nos últimos 365 dias.
Para começar, não há nada como apresentar os diversos rankings, que traduzem em números aquilo que cada um fez em court durante a época que agora cessa. Para além dos classificados nos primeiros lugares das respectivas hierarquias, os quadros incluem também as posições dos principais tenistas portugueses, que contribuiram para o melhor ano da última década do ténis nacional.

 

 

 

 

publicado por Morais às 21:27
link do post | comentar | favorito
Domingo, 9 de Dezembro de 2007

Michelle Brito faz história

Michelle Brito fez história no panorama do ténis nacional

Michelle Brito venceu, este Domingo, o Orange Bowl'07, uma espécie de campeonato mundial de juniores da modalidade. A tenista portuguesa tornou-se, assim, na terceira jogadora a vencer o evento com apenas 14 anos, igualando os feitos da checa Nicole Vaidisova (2003) e Anna Kournikova (1995).

Numa prova de enorme categoria, garra e determinação, Michelle venceu, consecutivamente, as wild-card americanas Asia Muhammad e Mallory Burdette, a romena Ioanna Ivan, a austríaca segunda cabeça-de-série e detentora do título, Nikola Hofmanova, a holandesa Arantxa Rus (consumando a vingança pelo desaire no México) e, finalmente, a americana Melanie Oudin (7-5 e 6-3), que vinha duma série de 27 jogos consecutivos sem perder. E tudo isto cedendo apenas um set, na meia-final. Simplesmente fabuloso!

Agora, como a própria revelou, segue-se uma temporada a tempo inteiro (com as devidas limitações) no circuito profissional, um desafio para o qual afiança estar preparada. Nós cá aguardaremos a desejada afimação, desde já com uma inabalável certeza: a "miúda" é fantástica!

No plano masculino, também Gastão Elias esteve presente e com algum destaque. O jovem português atingiu os quartos-de-final, perdendo apenas para um inspirado Jarmere Jenkins.

No escalão inferior (sub-16) competiu Miguel Almeida. Sétimo cabeça-de-série à partida, o português quedou-se pela segunda ronda do evento, um pouco abaixo das expectativas em si depositadas.

 

Quadros finais Orange Bowl'07: Femininos sub-18; Masculinos sub-18; Masculinos sub-16

 

publicado por Morais às 23:55
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

US Open - Juniores Femininos

A eslovaca Kristina Kucova sagrou-se vencedora do evento de juniores femininos do Open dos EUA de 2007. Kucova derrotou, na final, a campeã de Wimbledon em título, a polaca Urszula Radwanska, por 6-3, 1-6 e 7-6(7-3), num jogo que teve a duração de mais de duas horas. Foi o primeiro título do Grand Slam para a eslovaca e, simultanemente, para o seu país, a nível feminino, depois de Martin Klizan ter vencido, em 2006, o torneio júnior de Roland Garros.

 

publicado por Morais às 01:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 23 de Agosto de 2007

Gastão Elias e Michelle Brito no US Open júnior

Está confirmada a presença de Gastão Elias e Michelle Brito nos quadros de juniores do Open dos EUA, quarta e última prova do Grand Slam da temporada. Os jovens tenistas portugueses conseguiram entrada directa nas grelhas principais, mas não serão cabeças-de-série, facto que poderá dificultar a tarefa de ambos, eles que ambicionam chegar bem longe. Ainda assim, quer um quer outro possuem um estilo de jogo perfeito para a superfície em que se disputa o evento e isso confere-lhes um alento adicional. Gastão Elias foi bastante mais expansivo, afirmando querer "chegar às meias-finais", ao passo que Michelle Brito revelou sentir-se "muito bem nos EUA e nos courts de piso rápido". Nós também gostaríamos de os ver numa fase bem adiantada da prova, até porque nunca antes um português passou os quartos-de-final de um Grand Slam, tendo Nuno Marques obtido o melhor resultado em Flushing Meadows, palco do US Open. Decorria o ano de 1986 (ver quadro)...já lá vão mais de 20 anos.

 

Lista de entradas

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

publicado por Morais às 23:46
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 21 de Julho de 2007

Gastão Elias treina com Mario Ancic

Desde o terminar da brilhante prestação de Gastão Elias no torneio júnior de Wimbledon que não dava notícias deste "menino-prodígio" português. Tal facto deve-se à sua não aparição em torneios, quer do circuito sénior, quer do circuito júnior. Isto porque tem servido de parceiro de treino de Mario Ancic, ausente dos courts desde há mais de cinco meses. O croata foi obrigado a falhar Roland Garros e Wimbledon, devido a uma mononucleose infecciosa, também conhecida pela "doença do beijo", mas está agora apostado em retornar em força ao circuito já nesta temporada de Verão, marcada pelos torneios nos pisos de hardcourt americanos.

Para Gastão Elias, depois dos treinos em Monte Carlos com Roger Federer, esta é mais uma oportunidade óptima para evoluir técnica e tacticamente, frente a um ex-top10 do circuito ATP. E, a avaliar pelas declarações mais recentes, o jovem da Lourinhã está a gostar muito desta parceria, tendo elogiado o croata. "O Mario é, como pessoa, bastante diferente do Roger Federer ou do Rafael Nadal. É divertido, muito simpático e até favorece a boa disposição no campo. Não tem aquela cara de mau e quando faço uma bola boa, ele bate palmas e sabe encorajar”. No entanto, estes treinos com Ancic terminam já hoje, uma vez que o português se apresta a participar no Europeu de Juniores, a decorrer na Áustria, entre os dias 23 e 29 deste mês. Gastão Elias parte como um dos favoritos ao título, mas terá de enfrentar a forte concorrência de jogadores como Roman Jebavy, Stephane Piro ou Daniel Evans.

 

publicado por Morais às 12:53
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Julho de 2007

Wimbledon - Gastão Elias em frente

O português Gastão Elias garantiu, hoje, acesso à segunda ronda do quadro de juniores masculinos, ao derrotar o polaco Mateusz Szmigiel, por claros 6-3 e 6-4. Muito sólido nos seus jogos de serviço -concedeu apenas uma oportunidade de break em toda a partida-, o tenista luso soube aproveitar bem as oportunidades de que dispôs nas fases iniciais de cada set e controlou depois a partida com bastante à vontade.

Na próxima ronda, Gastão Elias defrontará o vencedor do embate entre o francês Stephane Piro, sétimo cabeça-de-série, e o russo Danila Arsenov, jogador com quem o português já se encontrou por duas vezes, a última das quais no qualifying deste torneio, em 2006, tendo sempre levado a melhor.

 

Gastão Elias - Mateusz Szmigiel: 6-3 e 6-4 - Estatísticas

 

publicado por Morais às 16:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 3 de Julho de 2007

Wimbledon - Michelle Brito eliminada

 

Já se previa muito difícil a tarefa de Michelle Brito no quadro júnior do torneio de Wimbledon. No entanto, havia alguma esperança na vitória da portuguesa face à indiscutível número um do ranking mundial da categoria, a russa Anastasia Pavlyuchenkova. E o que é facto é que esteve perto de acontecer surpresa.

Com efeito, depois de uma entrada algo nervosa, a portuguesa recompôs-se após a primeira paragem provocada pela chuva. A perder por 4-2 na altura, Michelle regressou imparável ao court e arrebatou o primeiro set com um 6-4 final.

No início da segunda partida Pavlyuchenkova, campeã em título do Open da Austrália e do US Open em juniores, puxou dos galões e quebrou o serviço da portuguesa logo de entrada, para se adiantar para 2-0 e, posteriormente, 3-1. Mas Michelle não se deu por vencida e recuperou da desvantagem, mantendo o seu serviço, à semelhança de Pavlyuchenkova, até ao 5-5. Nessa altura, a portuguesa cedeu e viu a russa começar a servir para fechar o set a 6-5, antes da chuva obrigar a nova paragem. Renascia a esperança.

No entanto, no reatamento, a russa surgiu forte e concentrada e fechou mesmo o segundo parcial, levando a discussão da partida para o super tie-break, jogado nos mesmos moldes que o tradicional tie-break, mas até aos 9 pontos. Aí, Michelle aguentou-se até aos 5-5, mas não mais voltou a pontuar, vencendo, assim, Pavlyuchenkova, ao cabo de 1h30m de jogo.

Ainda assim, excelentes indicações deixou Michelle Brito face a uma jogadora dois anos mais velha e com muito maior bagagem competitiva. Agora resta o torneio de pares para a portuguesa tentar um brilharete.

 

publicado por Morais às 15:19
link do post | comentar | favorito
Sábado, 30 de Junho de 2007

Wimbledon - Sorteio do quadro de juniores

 

Sorteio aziago para a portuguesa Michelle Larcher de Brito que, nesta estreia no quadro júnior de Wimbledon, terá de defrontar a actual líder do raking mundial, a russa Anastasia Pavlyuchenkova, logo na primeira ronda. Não que Michelle não seja capaz de ultrapssar esta dificuldade, porque acredito que seja, mas não seria certamente esta a adversária mais desejada. Pavlyuchenkova já jogou, este ano, no All England Club e foi batida, na primeira ronda do quadro feminino sénior, pela eslovaca Daniela Hnatuchova, por claros 6-0 e 6-1. Para além disto, caiu surpreendentemente na primeira ronda do quadro júnior do ano transacto, factos que poderão conferir um alento extra a Michelle Brito, nesta árdua tarefa que se avizinha.

Quanto a Gastão Elias, o jovem português teve, até ver, melhor sorte. Na ronda inaugural defrontará o polaco Mateusz Szimigiel, um jogador que conta com apenas uma vitória num torneio do Grupo 2 e outro num Grupo 4 no seu palmarés.

Assim, de Michelle Brito espera-se o melhor possível e de Gastão "exige-se" melhor que o que fez no último torneio do Grand Slam, em Roland Garros.

 

publicado por Morais às 11:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 10 de Junho de 2007

Roland Garros - Juniores masculinos

O bielorrusso Uladzimir Ignatik sagrou-se hoje vencedor do torneio masculino júnior de Roland Garros, ao derrotar, na final, o australiano Greg Jones, por claros 6-3 e 6-4. Primeiro título do Grand Slam para o jovem bielorrusso de 16 anos.

 

publicado por Morais às 19:44
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

Roland Garros - Michelle segue em frente

A tenista portuguesa Michelle Larcher de Brito venceu hoje a israelita Julia Glushko, 10ª cabeça-de-série, por 4-6, 6-1 e 6-2 e apurou-se para os oitavos-de-final do torneio júnior de Roland Garros, fase na qual defrontará a quarta cebeça-de-série, a romena Sorana Cirstea. Preve-se um encontro difícil para a portuguesa, que já perdeu com a romena numa superfície rápida, muito mais do seu agrado. No entanto, há que destacar que Michelle surge nesta fase muito rodada, em virtude da disputa do qualifying do torneio e que tem vindo a exibir um ténis de excelente nível, muito condizente com o seu estatuto, o que lhe permitirá poder sonhar com uma inédita -para ela e, consequentemente, para o ténis feminino júnior- presença nos quartos-de-final de um torneio do Grand Slam.

 

publicado por Morais às 16:21
link do post | comentar | favorito

.Site amigo

Bolamarela

.Visitas

.Online

hit counter
blogs SAPO