.posts recentes

. Semana positiva

. Europeus de sub-18

. ATP e WTA - Indianapolis,...

. Bons tempos parecem avizi...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

Semana positiva

 

Ainda que um pouco fora de horas, não podia deixar passar em claro informação relativa à prestação, nos torneios da passada semana, dos diversos portugueses em acção por esse mundo tenístico fora.

Numa semana em que tinham condições para amealhar bastantes pontos para os respectivos rankings mundiais, os tenistas lusos não foram capazes de se superar, pese embora o saldo global positivo.

Começando pelo sector feminino, Michelle Brito e Frederica Piedade disputaram um torneio de 25000$ na Cidade do México, ao passo que Catarina Ferreira viajou até à ilha francesa da Reunião, para jogar num evento da mesma categoria.

A mais nova, Michelle, ainda venceu um encontro no quadro principal do torneio mexicano, mas acabaria por cair depois, na segunda ronda, frente à sua velha conhecida Mariana Duque-Marino -derrotou a portuguesa nos quartos-de-final do torneio júnior de Roland Garros deste ano.

Quanto a Frederica Piedade, sétima cabeça-de-série no mesmo evento, a tenista lusa teve um sorteio mais favorável e soube tirar o devido partido dessa mesma situação, avançando até aos quartos-de-final, fase em que seria forçada a desistir quando se encontrava muito perto da vitória e consequente passagem às meias-finais.

Por fim, Catarina Ferreira rubricou também algumas boas exibições, mas acabaria por não conseguir atingir as meias-finais. Assim sendo, fez "apenas" valer o seu estatuto de oitava cabeça-de-série, baqueando frente à mais cotada (4ª CS) Marine Giraud, das Ilhas Maurícias. Ainda assim, esta performance valeu a Catarina a entrada no top-500 do ranking WTA pela primeira vez na carreira, elevando para quatro o número de tenistas portuguesas nessa situação.

No sector masculino, Gastão Elias esteve igualmente no México (Ciudad Obregón), a disputar um 10000$ e João Sousa esteve presente num evento com a mesma cotação, em Sant Cugat (Espanha). Tanto um como o outro foram derrotados na eliminatória inaugural, sendo que Gastão era sétimo cabeça-de-série -logo, tinha outras "responsabilidades"- e João Sousa proveniente do qualifying, na condição de lucky loser.

Como pode ver-se, ainda que tenham sido várias as vitórias (no lado das senhoras) e quase todos tenham cumprido com as respectivas obrigações, houve apenas uma surpresa (Gastão Elias) e pela negativa.

 

Quadro final Ciudad Obregón'07 - Gastão Elias

Quadro final Sant Cugat - João Sousa

Quadro final Mexico City'07 - Frederica Piedade e Michelle Brito

Quadro final Saint Denis Reunion'07 - Catarina Ferreira

 

publicado por Morais às 23:22
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 29 de Julho de 2007

Europeus de sub-18

João esteve bem nos campeonatos da europa

Já aqui se tinha falado de Gastão Elias, cuja campanha o levou até às meias-finais dos campeonatos da europa de sub-18, a disputar em Gastein, na Áustria. No entanto, o tenista da Lourinhã não foi o único português a participar neste evento que reúne os melhores tenistas juniores europeus. Também João Sousa, de 18 anos, esteve presente e logo com uma prestação meritória, tendo atingido os oitavos-de-final, fruto das vitórias alcançadas frente a Mikhail Trukshanin (5-7, 6-0 e 6-4), 26º melhor júnior mundial e Roy Bruggeling (6-4 e 7-6(7-3)), 50º melhor, tendo depois perdido com Soren Wedege, 57º, por 6-4, 4-6 e 6-4 no encontro de acesso aos quartos-de-final da prova. Ainda assim, João Sousa, 60º jogador do ranking mundial júnior, deu mostras de que a aposta em torneios seniores lhe tem conferido maior ritmo competitivo e parece estar no bom caminho, ele que treina em Espanha regularmente.

João Sousa actou também na variante de pares, ao lado de Gastão Elias. O par português ainda venceu um par grego na segunda ronda, mas perdeu depois, no acesso aos quartos-de-final, frente aos britânicos Daniel Cox e Daniel Evans.

 

Campeonato da Europa de sub-18

Quadro de singulares masculinos

Quadro de pares masculinos

 

publicado por Morais às 19:13
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

ATP e WTA - Indianapolis, Umag, Kitzbühel, Stanford e Bad Gastein

Logo IndianapolisLogo UmagLogo Kitzbühel

Logo StanfordLogo Gastein

À semelhança do verificado na última semana, voltam a ser três os torneios do ATP Tour e dois os do WTA a decorrer na presente semana. Indianapolis, Umag e Kitzbühel são os destinos de muitas das grandes figuras do circuito masculino, de entre as quais se destacam Andy Roddick e Novak Djokovic, de regresso ao activo após o torneio de Wimbledon. Do lado das senhoras, jogar-se-á em Stanford e Bad Gastein (Áustria), no mesmo complexo onde decorrerá o europeu de juniores (SM e SF), que contará com a presença dos portugueses Gastão Elias, João Sousa, Marina Gallo e Maria Guerreiro, todos eles em luta pelo título europeu das respectivas categorias.

O evoluir dos resultados pode ser acompanhado nos respectivos sites dos torneios, bem como através do livescore do site do ATP.

E, para finalizar, apenas uma nota, a título de curiosidade, que tem a ver com Marko Djokovic. Isso mesmo, Marko. É o irmão mais novo (15 anos) de Novak Djokovic e, pelo que dizem, é ainda melhor que o recente vencedor do Estoril Open, semi-finalista em Roland Garros e Wimbledon e uma das maiores promessas/certezas do ténis mundial.  Em Umag actuarão juntos, no torneio de pares masculinos, pelo que já poderemos ter uma ideia da real valia deste Marko Djokovic. Aguarda-se com expectativa, então, a estreia de ambos, marcada para amanhã.

 

Quadro Indianapolis'07

Quadro Umag'07

Quadro Kitzbühel'07

Quadro Stanford'07

Quadro Bad Gastein'07

 

publicado por Morais às 17:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 22 de Maio de 2007

Bons tempos parecem avizinhar-se para o ténis português

Esta que ontem acabou foi uma semana particularmente agitada para o ténis português, com vários tenistas lusos em evidência em courts estrangeiros.

Começando por Frederico Gil (foto acima), de longe aquele com maior projecção junto dos portugueses, o nosso melhor representante no circuito ATP caiu na primeira ronda do challenger de Zagreb, na croácia, às mãos do romeno Victor Hanescu, ex-nº35 mundial, que parece estar a regressar à forma que o levou a ser um dos tenistas de top, depois de um ano de 2007 marcado por constantes lesões. 6-1 e 6-4 foram os parciais de uma vitória clara do romeno. Gil segue agora para França, onde, a partir de hoje, disputará o qualifying do torneio de Roland Garros.

No capítulo masculino também, mas agora no escalão de sub-16, Miguel Almeida (14 anos) venceu categoricamente o Future Slam, um torneio disputado em Espanha e que reuniu os 4 melhores espanhóis do escalão e outros 4 oriundos de outros países. Miguel Almeida foi convidado a participar por Francisco Clavet, antigo finalista do Estoril Open e organizador do evento, e não enjeitou a possibilidade, arrecadando o troféu à custa de quatro promissores tenistas espanhóis, entre os quais o pequeno Carlos Boluda, apontado como sucessor de Rafael Nadal, que já não perdia há mais de 2 anos e contava com 80 vitórias consecutivas. Esta proeza valeu ao pequeno português a alcunha de "exterminador de espanhóis". Excelentes indicações dadas por este promissor tenista nacional, que ainda levou para casa um cheque de 3000 euros.

Menos bem estiveram Gastão Elias e João Sousa que caíram na primeira ronda num future espanhol e não deram seguimento aos bons desempenhos de semana passada -quarto-finalistas noutro future espanhol.

Saltando para o plano feminino, destaque para Michelle Brito, que atingiu a sua terceira final no circuito júnior, em outras tantas superfícies. Contrariamente ao sucedido em Filadélfia (relva) e na Carolina do Sul (hardcourt), desta vez Michelle não pode impor-se na terra batida de Santa Croce, Itália e quedou-se pela final. Registe-se o facto de Michelle ter imitado Martina Hingis, a prodigiosa tenista suíça, derrotada também na final deste torneio em 1993, cerca de 4 meses depois da portuguesa ter nascido.

Finalmente, destaque para Patrícia Martins, campeã nacional de sub-14, que atingiu os quartos-de-final de um torneio da categoria, em Malecnik, na Eslovénia e deu mostras da sua enorme regularidade num escalão onde ainda pode evoluir muito, pois tem um ano mais para o fazer.

Para esta semana, o prato forte do ténis nacional são os encontros (espera-se que sejam três) de Frederico Gil, em acção nos courts parisienses de Roland Garros, num qualifying que lhe poderá valer uma entrada histórica no quadro principal de um evento do Grand Slam que não conta com nenhum português desde 1991, ano em que Nuno Marques e João Cunha e Silva marcaram curta presença, quedando-se pela ronda inaugural.

publicado por Morais às 08:25
link do post | comentar | favorito

.Visitas

blogs SAPO