Porto

.posts recentes

. Actualidade

. Ténis português

. O primeiro de "Nole"

. Michelle perdeu na final ...

. Lições, crónicas & entrev...

. Previsões para 2008

. Bolamarela

. Novo portal de ténis

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

.Stats

Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

Actualidade

 

 

Dado que fui convidado a colaborar no novo site Bolamarela, a minha disponibilidade para actualizar o blog com frequência é agora muito mais reduzida.

Assim, assumindo esse facto, recomendo a todos a leitura diária daquele site para que se mantenham a par da actualidade do ténis nacional e internacional.

 

publicado por Morais às 11:49
link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Ténis português



Numa semana de emoções fortes também para o ténis português, recomendo que consultem os sites Bolamarela e Ténis em Portugal para mais informações. No primeiro é feito o acompanhamento dos seniores de maior renome (quadros incluídos) e no segundo é dado importante destaque também aos mais jovens praticantes do nosso país.


publicado por Morais às 18:51
link do post | comentar | favorito

O primeiro de "Nole"




Novak Djokovic
sagrou-se vencedor do Open da Austrália, primeira prova do Grand Slam da temporada, ao derrotar o francês Jo-Wilfried Tsonga, por 4-6, 6-4, 6-3 e 7-6(2).

Numa final arbitrada pelo português Carlos Ramos, Djokovic até perdeu um set, algo inédito nesta quinzena, mas acabou mesmo por superar o espectacular francês em quatro partidas, num jogo de emoções fortes e com intensa participação do público que encheu as bancadas da Rod Laver Arena.

Fruto do nervosismo de ambos os intervenientes, o primeiro parcial da final de hoje começou de forma incaracterística, com troca de breaks logo nos dois primeiros jogos.

No entanto, os dois jogadores acabariam por estabilizar emocionalmente e apenas voltaríamos a ter algum "drama" na recta final do set. A servir a 4-5, Djokovic facilitou, deixando Tsonga chegar aos 0-30 e, depois de uma boa recuperação até aos 30-30, viu o francês conseguir dois pontos verdadeiramente espectaculares e selar o triunfo nessa primeira partida, levando ao rubro a esmagadora maioria dos adeptos que presenciaram este embate.


A verdade é que, a partir de então, "Nole" não mais foi o mesmo, como que parecendo ter finalmente acordado. Muito consistente a servir, o sérvio soltou-se e começou a alternar direitas potentíssimas com bolas "spinadas" e a usar a sua esquerda versátil para fazer correr e muito o francês, obrigando-o a um jogo defensivo em que não se sente à-vontade.

Resultado: 6-4 devolvido, sem enfrentar um único ponto de break e aproveitando as poucas oportunidade que, ainda assim, Tsonga lhe concedeu.

Embalado pela vitória nesse segundo set, Djokovic arrancou definitivamente para a vitória. Quebrou o serviço do oponente logo no terceiro jogo da terceira partida e voltaria a repetir a "gracinha" quando este tentava desesperadamente manter-se vivo na luta pela mesma. Estava feito o 6-3.

Por esta altura, o exuberante Tsonga parecia algo desmoralizado e adivinhava-se um fim próximo. Felizmente, tal não veio acontecer e o quarto parcial ficou marcado pela supremacia de quem servia, pelo menos até aos 5-5.

É que, no 11º jogo, jogou-se o ponto que até podia ter marcado nova viragem no encontro: Djokovic serviu a 30-40 e um vólei mal executado deixou-o "pendurado" na rede, à mercê de Tsonga. No entanto, o francês não definiu bem a jogada e permitiu que o sérvio lhe adivinhasse os intentos, esgorando-se a oportunidade.


Minutos mais tarde, "Nole" vencia o primeiro torneio do Grand Slam da sua carreira, depois de um tie-break em que saltou à vista a diferença existente entre um jogador habituado às fases decisivas dos grandes torneios e outro a disputar apenas o seu quinto evento de categoria máxima no circuito mundial masculino.

p.s.: artigo publicado nos sites Livre Indirecto e Bolamarela


publicado por Morais às 17:38
link do post | comentar | favorito
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Michelle perdeu na final do JB Group Classic




Quer Michelle Brito, quer Elena Dementieva tinham contas a ajustar com Caroline Wozniacki e Venus Williams. Isto porque haviam sido precisamente estas duas jogadoras a eliminá-las, ontem, nas meias-finais dos respectivos quadros de singulares do JB Group Classic: Wozniacki a Michelle, no Silver Group, e Venus a Dementieva, no Gold Group.
No entanto, a dupla luso-russa mostrou-se bem menos acertiva que na ronda anterior e acabou por sucumbir ao maior poderio das adversárias, que triunfaram, justamente, por duplo 6-4.
Valeu pela fantástica experiência vivida por Michelle, que certamente esperará entrar no convívio das mais velhas a muito breve trecho.

p.s.: adaptado de um artigo retirado do site Bolamarela


publicado por Morais às 15:20
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

Lições, crónicas & entrevistas



Depois do blog Ténis em Portugal o ter feito, é agora a minha vez de dar algum ênfase aos interessantíssimos artigos publicados nas secções "Lições de ténis", "Crónicas" e "Entrevistas" do novo site Bolamarela.
Vale mesmo a pena passar por lá, não só pelos artigos em si, como também pelos conteúdos e grafismo do site, que o tornam muito apelativo.

publicado por Morais às 23:19
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Previsões para 2008


Foto joaolagossports.com

Na sequência do artigo publicado no "Jornal do Ténis", da autoria de Miguel Seabra, do qual tomei conhecimento através do fórum LusoTénis, decidi-me a responder também eu às perguntas feitas no "Tototénis 2008" -como o designa o autor-, que abordam algumas das grandes questões para a temporada tenística de 2008. Então, cá vai...


1. Conseguirão o país e a imprensa generalista aperceber-se realmente da importância da presença no Estoril Open de Roger Federer, uma lenda viva do desporto que já está à altura de mitos como Michael Jordan, Muhammed Ali ou Pelé?

1 (Sim)! Se há coisa que não falta ao país e à imprensa é entusiasmo por ocasião destes grandes eventos. É certo que estamos a falar de ténis e não de futebol, mas, se bem me recordo, nem o país nem a imprensa generalista passaram ao lado da Masters Cup de 2000, sendo que as pessoas acorreram em grande número ao Pavilhão Atlântico e a imprensa escrita dedicou várias páginas a cada dia do torneio.



2. Conseguirá ser gerida da melhor maneira a complicada sobreposição da eliminatória da Taça Davis face à Tunísia e o qualifying do Estoril Open?

2 (Não)! De maneira alguma isto poderá terminar como todos querem. A eliminatória da Taça Davis é muito importante e, certamente, prioritária, mas tenistas como Leonardo Tavares e Rui Machado vão, provavelmente, ficar de fora da próxima edição do Estoril Open, por não existirem wild-cards para todos.



3. Conseguirá a Federação Portuguesa de Ténis eleger um novo Director Técnico Nacional que seja mais unânime e menos polémico do que o anterior?

1 (Sim)! Independentemente das escolhas feitas, não é difícil ser menos polémico e mais unânime que Paulo Lucas, que, enquanto ocupou o cargo de DTN, esteve envolvido em assuntos que em nada prestigiam o ténis nacional.



4. Conseguirá Leonardo Tavares finalmente registar resultados dinos do seu potencial e juntar-se a Frederico Gil no top 200?

2 (Não)! Ao top-200 não me parece que Leonardo possa chegar. Tem potencial tenístico, sem dúvida, mas precisa de alguma estabilidade emocional e que as lesões não o afectem tanto como até agora. Talvez possa chegar ao top-300, mas sem se aproximar dos 200 primeiros postos do ranking. Espero enganar-me redondamente.



5. Conseguirão Michelle Brito e Gastão Elias manter o trajecto ancensional na transição em full-time para o circuito profissional?

X (Talvez). Depende aqui dos objectivos a que se propuserem e das expectativas que se criarem em torno deles. Serão certamente altos, mas há que ter em conta que, nesta primeira época mais a sério (a tempo inteiro), as dificuldades vão ser grandes. Exigência sim, mas com moderação.



6. Conseguirá Roger Federer ganhar finalmente Roland Garros e bater o recorde de títulos do Grand Slam?

X (Talvez). Começando por Roland Garros, é óbvio que tal dependerá do percurso de Nadal, o único rival a uma altura manifestamente superior em pisos de terra batida. Se este estiver efectivamente lesionado -como anunciou o seu tio- e não lhe correr de feição a temporada no pó-de-tijolo, então, Federer poderá ter uma chance. Caso contrário, duvido mesmo muito.
Em relação ao recorde de Pete Sampras em títulos do Grand Slam, estou em crer que igualará o mesmo, sem contudo, por ora, conseguir superá-lo. Na sequência do que antes disse, Roland Garros deve ser para Nadal e acredito numa surpresa em qualquer um dos outros três.



7. Conseguirá Justine Hénin tornar-se na tenista com mais títulos do Grand Slam em actividade?

1 (Sim)! Creio que só uma lesão ou uma época desastrosa poderão impedir Henin de bater o recorde de 8 títulos do Grand Slam que é pertença de Serena Williams (Henin tem 7). A belga é tão mais superior e versátil que as demais que dificilmente muitas lhe baterão o pé em 2008.



8. Conseguirá Rafael Nadal travar a deterioração da sua condição física e consequente baixa no ranking?

1 (Sim)! Uma pergunta de resposta difícil. Rafael Nadal tem um jogo muito baseado na parte física. Não é uma arma exclusiva, ou estaria longe dos lugares de topo, mas é fundamental para o seu estilo de jogo, assente na grande capacidade defensiva. Ou está efectivamente com graves problemas físicos, ou então terá apenas mais uma época como qualquer outra neste capítulo e manter-se-á em lugares cimeiros. Chegará ao fim cansado, como qualquer outro, mas pronto para 2009.



9. Conseguirão os melhores tenistas mundiais lidar com a realização do torneio olímpico numa altura complicada do calendário?

1 (Sim)! Independentemente da tradição que tem no âmbito do ténis, um torneio olímpico é sempre uma competição que todos sonham ganhar. Nadal já apontou baterias para Pequim e Federer quererá certamente ganhar o torneio para completar ainda mais o seu recheado currículo. Djokovic jogará muito pelo orgulho em representar a sérvia e com muitos outros o mesmo se passará. Se isso vai prejudicar o resto da temporada? Não sei ao certo...mas penso que não. Para esse efeito, será apenas mais um torneio no calendário preenchido de cada um...



10. Conseguirão a húngara Agnes Szavay e o letão Ernests Gulbis ser as grandes surpresas da próxima época?

X (Talvez). Este resulta de um sim e de um não. Apesar dos primeiros resultados da época apontarem numa direcção oposta, creio que Gulbis não será ainda "a revelação" e que Szavay poderá fazer muitos estragos durante a época.
Penso que é inegável que o circuito masculino é bem mais exigente do ponto de vista da afirmação de jogadores novos e ainda faltará qualquer coisa a Gulbis para ter um época regular, entre os melhores; por outro lado, Szavay parece ter as condições reunidas para atingir, talvez, o top-10 do ranking feminino: ténis fácil, agressivo e consistente.


Se quiserem apresentar as vossas, terei muito gosto em publicá-las aqui. E, mais tarde, prestarei contas ao que hoje escrevi...


publicado por Morais às 14:06
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2007

Bolamarela

 

Encontra-se aberto, desde o passado dia 30 de Novembro, mais um espaço dedicado ao ténis. Este novo site (Bolamarela) prima pela qualidade, apresentando uma excelente base de dados (em notória expansão) e uma enorme variedade de conteúdos, respeitantes quer ao ténis nacional, quer ao ténis internacional, nível ATP/WTA.

Não deixem de o visitar regularmente e, caso estejam interessados em colaborar, respondam ao apelo feito na página principal!

 

publicado por Morais às 02:55
link do post | comentar | favorito
Domingo, 19 de Agosto de 2007

Novo portal de ténis

Está em fase de arranque um novo site dedicado ao ténis. Descrito como uma espécie de "zerozero" da modalidade, o portal tem como objectivo fornecer uma significativa base de dados de todos os jogadores, torneios e factos, relativos quer a jogadores internacionais, quer também a jogadores nacionais, aos quais será dada, logicamente, uma atenção especial, pretendendo-se seguir-lhes, de perto, todas as pisadas. Por ora, o site está ainda em fase de inserção dos (muitos) dados e deverá estar aberto a partir de Outubro, sendo que apenas no início do próximo ano estará já totalmente funcional e pronto a acompanhar bem de perto a modalidade. Como se deve ter percebido, um projecto desta envergadura exige uma vasta equipa de colaboradores, pelo que, a quem estiver interessado, é pedido o favor de contactar a equipa do Bolamarela, através de bolamarela@gmail.com.

Como autor deste blog e confesso apaixonado pela modalidade, cabe-me a mim louvar esta iniciativa, uma vez que são poucos os portais/blogues/fóruns dedicados ao ténis -ver abaixo uma lista dos mesmos- e este projecto constituirá, sem dúvida, uma mais-valia na promoção desta bela modalidade desportiva.

 

 

Blogues

Mundo do Ténis

Ténis em Portugal (tudo sobre os portugueses, lá fora e cá dentro)

Michellemania (dedicado a Michelle Brito)

Triténis (blog do Adolfo)

Infotenis (notícias e apostas sobre ténis)

Dreams Blog (apostas de ténis)

 

Fórum

Luso Ténis (fórum com tudo o que diz respeito ao ténis)

 

Portais

F.P.Ténis (Federação Portuguesa de Ténis)

A.T.Porto (Associação de Ténis do Porto)

 

- outros portais de associações de ténis podem ser descobertos com uma pesquisa no SAPO. Por uma questão de espaço e tempo, incluo apenas o da Associação que se encontra geograficamente mais próxima de mim.

Caso alguém conheça algum link mais que eu possa incluir nesta lista, agradeço que mo comuniquem.

 

publicado por Morais às 13:35
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

.Site amigo

Bolamarela

.Visitas

.Online

hit counter
blogs SAPO