.posts recentes

. Fotos Open da Austrália

. Open da Austrália já em a...

. Roddick vence Kooyong Cla...

. EUA conquistam "saladeira...

. Masters Cup - Resumos

. A segunda consecutiva

. Masters Cup de Xangai'07 ...

. Tennis Masters Cup - Sort...

. Gasquet é o oitavo

. #2 - Quando eu era pequen...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

ATP e WTA - Torneios da semana

Depois da dispersão das últimas semanas, com vários torneios a serem disputados simultaneamente, quer no circuito feminino, quer no masculino, esta será uma semana com apenas um torneio ATP e outro WTA. Logicamente, uma descida no número de eventos significa um crescimento a nível da importância dos que se realizam.

O Masters Series do Canada, disputado em Toronto no ano passado, teve Roger Federer como vencedor

Assim, no lado dos homens, teremos o torneio de Montreal, inserido na categoria dos Masters Series, onde se encontram todos os melhores tenistas da actualidade. Roger Federer é o detentor do título e procurará revalidá-lo, mas Rafael Nadal, Novak Djokovic, Andy Roddick ou Lleyton Hewitt também estão à espreita. De saudar, ainda, o regresso ao activo de Andy Murray. O escocês esteve parado cerca de 3 meses, a debelar uma lesão no pulso e procura agora recuperar a sua melhor forma. Poderá encontrar Roger Federer na 3ª ronda, isto se ultrapassar Robby Ginepri e Fabio Fognini no entretanto.

Elena Dementieva saiu de Los Angeles com o troféu, em 2006

No lado das senhoras, disputar-se-á apenas o Tier II de Los Angeles. Elena Dementieva é a detentora do título, mas Maria Sharapova é quem parte em vantagem para a conquista do troféu. No entanto, uma Ana Ivanovic ou uma Jelena Jankovic, regressadas à competição, poderão ser oponentes de peso e, certamente, ajudarão este torneio a tornar-se num evento bem atraente para o público.

 

Quadro Montreal'07

Quadro Los Angeles'07

 

publicado por Morais às 14:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Roddick finalmente!

Roddick conquistou o segundo título do ano

O norte-americano Andy Roddick sagrou-se vencedor do torneio de Washington. No entanto, o grande portagonista da semana foi o seu compatriota John Isner, que atingiu a final à custa de 5 vitórias consecutivas no tie-break da terceira partida. Aos 22 anos e a jogar apenas o seu segundo torneio profissional, Isner surpreendeu tudo e todos ao vencer, consecutivamente, Tim Henman, Benjamin Becker, Wayne Odesnik, Tommy Haas e Gäel Monfils, antes de baquear frente a Andy Roddick, na final, por 6-4 e 7-6(7-4).

Isner teve uma semana fantástica, que o tirou do anonimato

O jovem "gigante" Isner tornou-se, assim, no segundo jogador com ranking mais baixo (416º) da história a atingir uma final de um torneio ATP - apenas superado por Peter Wessels (480º), em s'Hertogenbosch'07- e garantiu uma subida de 223 lugares na hierarquia mundial (Wessels subiu 267(!)). O recorde de encontros consecutivos ganhos num tie-break da partida decisiva, esse muito dificilmente será batido.

Quanto a Andy Roddick, venceu o segundo torneio do ano e 23º da carreira e levou para casa um cheque de 74250$, conseguindo ainda regressar à terceira posição do ranking ATP.

 

Quadro final Washington'07

 

publicado por Morais às 20:05
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Tursunov coroado em Indianapolis

Dmitry Tursunov levanta o pesado troféu, correspondente à vitória no torneio de Indianapolis

Ir vendo os seus mais directos concorrentes cairem face a oponentes de menor gabarito e cumprindo com a sua obrigação, até chegar ao título. Foi esta a receita para o primeiro triunfo de Dmitry Tursunov esta temporada, no torneio de Indianapolis. Num quadro onde poderia defrontar nomes como Robby Ginepri, James Blake e Andy Roddick, todos a actuar em casa e com pretensões em chegar ao título, o russo bem pode agradecer a sorte com que foi bafejado, uma vez que, ao invés destes, defrontou o desconhecido japonês Rei Nikishori, o poderoso americano Sam Querrey e o surpreendente canadiano Frank Dancevic, este último na final do torneio. Dancevic teve uma semana de sonho, tornando-se no primeiro canadiano a atingir uma final ATP desde a vitória de Greg Rusedski, entretanto naturalizado inglês, em Seul'95. No entanto, o tenista canadiano não foi capaz de contrariar o jogo de Tursunov, que, assim, arrebatou o segundo título da carreira e o primeiro do ano, o que lhe valeu um cheque de 73000€ e uma subida de quatro posições no ranking ATP, para a 26ª. Quanto a Dancevic, esse, ficou-se pelos 42800€ em ganhos monetários, mas conseguiu subir da 109ª para a 92ª posição da hierarquia masculina.

 

Quadro final Indianapolis'07

 

publicado por Morais às 13:34
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

ATP e WTA - Indianapolis, Umag, Kitzbühel, Stanford e Bad Gastein

Logo IndianapolisLogo UmagLogo Kitzbühel

Logo StanfordLogo Gastein

À semelhança do verificado na última semana, voltam a ser três os torneios do ATP Tour e dois os do WTA a decorrer na presente semana. Indianapolis, Umag e Kitzbühel são os destinos de muitas das grandes figuras do circuito masculino, de entre as quais se destacam Andy Roddick e Novak Djokovic, de regresso ao activo após o torneio de Wimbledon. Do lado das senhoras, jogar-se-á em Stanford e Bad Gastein (Áustria), no mesmo complexo onde decorrerá o europeu de juniores (SM e SF), que contará com a presença dos portugueses Gastão Elias, João Sousa, Marina Gallo e Maria Guerreiro, todos eles em luta pelo título europeu das respectivas categorias.

O evoluir dos resultados pode ser acompanhado nos respectivos sites dos torneios, bem como através do livescore do site do ATP.

E, para finalizar, apenas uma nota, a título de curiosidade, que tem a ver com Marko Djokovic. Isso mesmo, Marko. É o irmão mais novo (15 anos) de Novak Djokovic e, pelo que dizem, é ainda melhor que o recente vencedor do Estoril Open, semi-finalista em Roland Garros e Wimbledon e uma das maiores promessas/certezas do ténis mundial.  Em Umag actuarão juntos, no torneio de pares masculinos, pelo que já poderemos ter uma ideia da real valia deste Marko Djokovic. Aguarda-se com expectativa, então, a estreia de ambos, marcada para amanhã.

 

Quadro Indianapolis'07

Quadro Umag'07

Quadro Kitzbühel'07

Quadro Stanford'07

Quadro Bad Gastein'07

 

publicado por Morais às 17:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 7 de Julho de 2007

Wimbledon - Franceses em destaque

No 11º dia da prova londrina de Wimbledon, os franceses estiveram em grande evidência, conquistando importantes vitórias em toda a linha. Com efeito, Marion Bartoli apurou-se para a sua primeira final de um Grand Slam, Richard Gasquet logrou um espantosa reviravolta frente a Andy Roddick e garantiu lugar nas semi-finais masculinas e Arnaud Clement, Michel Llodra (em parceria) e Fabrice Santoro (com Nenad Zimonjic) garantiram acesso também às meias-finais do quadro de pares masculinos. Um dia em cheio para os franceses.

Nos restantes encontros do quadro de singulares masculinos, Rafael Nadal livrou-se com facilidade inesperada de um jogador contra quem sempre sentiu dificuldades: Tomas Berdych. O espanhol revelou-se muito sólido e confiante e acabou com as esperanças do checo em chegar, pela primeira vez, a uma fase ainda mais adiantada da prova; já Novak Djokovic, voltou a disputar uma autêntica maratona frente a Marcos Baghdatis, desta vez de cinco horas, distribuídas por igual número de sets.

Num jogo verdadeiramente espectacular, Baghdatis viu-se a perder por dois sets a zero, mas conseguiu recuperar e igualar a contenda, apenas para ceder por 7-5 numa quinta partida emocionante. Segue em frente o sérvio, mas a grande incógnita será a sua real forma física, depois de mais de nove horas em court nos dois últimos dias. E se para Rafael Nadal, seu adversário nas meias-finais, isso seria normal, para Djokovic talvez seja um fardo muito pesado. Hoje se verá; por fim, o nº1 mundial Roger Federer, voltou a vencer (Juan Carlos Ferrero) e será o adversário de Richard Gasquet. Pouco há a dizer sobre a vitória do suíço, a não ser que cedeu um set, coisa que já não acontecia desde a final do ano passado frente a Rafael Nadal.

Para hoje, muita emoção prevista, com a final feminina a seguir à primeira meia-final masculina (Federer-Gasquet) no court central e a outra meia-final masculina, Nadal-Djokovic, no court 1, tudo a partir das 12h.

 

publicado por Morais às 11:17
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

Wimbledon - Dia 10

Mas que belo dia de ténis este! Até por volta das 17h inglesas, hora a que a chuva voltou a fazer das suas, obrigando à interrupção definitiva de todos os jogos, estava a ser um fantástico dia de propaganda para o ténis e um verdadeiro regalo para os amantes da modalidade.

Com efeito, quando se tem duelos como um Novak Djokovic-Lleyton Hewitt, um Rafael Nadal-Mikhail Youzhny, um Nikolay Davydenko-Marcos Baghdatis ou um Ana Ivanovic-Nicole Vaidisova, todas partidas a que pudemos hoje assistir, só se pode falar do ténis como uma modalidade encantadora, com pouco ou nada de entediante. É certo que nem sempre é assim, mas é frequente e vale a pena "perder" algum tempo sentado a assistir.

Começando pelo primeiro dos duelos acima referidos, dizer que o Novak Djokovic (foto) tem vindo a afirmar-se como um dos mais promissores jogadores dos ténis mundial. O sérvio, mais que uma revelação do ano, é já uma das grandes certezas da modalidade e aparenta ter um futuro muito risonho pela frente, um futuro digno dos verdadeiros campeões. A prová-lo o facto de, mesmo numa superfície à qual confessa não estar ainda totalmente adaptado, se exibir a um nível extraordinário, tendo derrotado hoje um dos melhores jogadores do planeta na relva. Além disso, Djokovic é um daqueles jogadores que dá gosto ver jogar. Senhor de um ténis "atraente", é extremamente extrovertido e revela uma personalidade que cativa multidões. Até eu já lhe perdoei o facto de ter entrado em campo no Estoril Open vestido com as cores do Benfica (leia-se antigas cores, que agora outras surgiram) e dou por mim a torcer por ele como se de Andre Agassi se tratasse! Para a história de hoje ficam os parciais de 7-6(10-8), 7-6(7-2), 4-6 e 7-6(7-5) com que construiu a vitória sobre Hewitt, em 4h12m, mas a história do futuro deste jogador promete ser escrita a páginas de ouro.

Passando agora ao não menos emocionante jogo de Rafael Nadal (foto), frente a uma das suas "bestas negras", Mikhail Youzhny -as outras são Tomas Berdych e James Blake-, o espanhol demonstrou enorme querer e virou uma partida que parecia perdida, tal foi o à vontade com que o russo controlou os dois primeiros parciais. Vindo do nada, Nadal encetou uma espectacular reviravolta, permitindo que o Youzhny somasse apenas 5 jogos nos três últimos sets. Susto que foi, confiança que veio. E bem precisará dela para o confronto que se avizinha, com Tomas Berdych, que hoje venceu o veterano sueco Jonas Bjorkman.

Num encontro menos renhido, mas também ele bem jogado, Marcos Baghdatis (foto) fez valer a maior versatilidade do seu jogo e derrotou o surpreendente Nikolay Davydenko, precisando, contudo, de dois tie-breaks nos dois primeiros parciais. Na próxima ronda, Baghdatis vai encontrar-se com Novak Djokovic, num jogo que promete fazer as delícias do público.

Mas não foi só no plano masculino que houve bons jogos. Também no sector feminino, Ana Ivanovic (foto) e Nicole Vaidisova protagonizaram um intenso duelo, só resolvido na "negra", com 7-5 a favor da sérvia, que salvou três match-points pelo caminho. Depois da final em Roland Garros, Ivanovic está já nas meias-finais em Wimbledon e parece estar a dar o verdadeiro salto para as posições cimeiras do ranking mundial. No outro encontro feminino do dia, Venus Williams deu continuidade à sua caminhada triunfante, tendo vencido, desta vez, a russa Svetlana Kuznetsova, com bastante facilidade. Prometia sê-lo e está a cumprir: uma verdadeira candidata ao troféu final.

Nos jogos que ficaram por concluir, Roger Federer encontra-se empatado a 5 no primeiro set da sua partida frente ao espanhol Juan Carlos Ferrero e Andy Roddick e Richard Gasquet aqueceram mas não chegaram a iniciar a contenda.

Nota final para os brasileiros André Sá e Marcelo Melo (foto), já ontem aqui referenciados devido à histórica vitória que obtiveram na segunda ronda. A dupla de brasileiros formou-se já no decorrer desta temporada e, quando os vi actuar no Estoril Open, frente a Gastão Elias e Pedro Sousa, confesso não ter ficado com boas impressões. O que é certo é que acabaram mesmo por conquistar o título em Portugal e, desde então, têm vindo a somar bons resultados. E depois dessa tal vitória de ontem, hoje voltaram a triunfar, em cinco sets, contra Cristopher Kas e Alexandre Peya, com parciais de 6-4, 6-7(6-8), 7-6(7-2). 6-7(7-9) e 6-4. Os brasileiros estão já nos quartos-de-final e vão agora defrontar Mark Knowles e Daniel Nestor, recentes vencedores do torneio de Roland Garros.

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

Ordem dos jogos - Dia 11

 

publicado por Morais às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

Wimbledon - Dia 5 em imagens

Estes foram os protagonistas do quinto dia do torneio de Wimbledon, fazendo a sua aparição num dos courts do All England Club. Depois de um momento de descontracção, foram retirados do recinto e a partida pôde prosseguir. 

O suíço Roger Federer jogou com o russo Marat Safin, no encontro mais aguardado do dia. Sabia-se do perigo que Safin poderia ser, mas foi Federer quem sorriu no final da contenda. 

Safin exasperado, no decorrer do duelo com o nº1 mundial. 

 Andy Roddick recorreu a toda a sua garra para recuperar da desvantagem no terceiro set do encontro que o opunha ao espanhol Fernando Verdasco. O americano consegui vencer, em apenas três partidas.

 Tommy Haas venceu, demonstrando apurada forma, o russo Dmitry Tursnunov e vai agora enfrentar Roger Federer, na tentativa de apurar-se para os quartos-de-final.

 Juan Carlos Ferrero, depois de ter entrado a perder neste torneio (o checo Jan Hajek roubou-lhe os dois sets iniciais no embate da primeira ronda), está agora a adquirir a sua melhor forma e está já nos oitavos-de-final, onde defrontará o sérvio Janko Tipsarevic.

 No duelo mais espectacular do dia, aquele que opôs Fernando Gonzalez (foto) a Janko Tipsarevic (o tal que defrontará Ferrero), houve muita emoção (terminou a 8-6(!) na "negra"), aliada a pontos espectaculares, factos que tornaram este encontro num dos mais vistosos da semana.

 Tipsarevic levou a melhor e apurou-se, pela primeira vez na carreira, para os oitavos-de-final de um torneio do Grand Slam.

 Gonzalez, favorito à partida, descarregou toda a sua frustração na hora da derrota. O chileno perdeu uma boa oportunidade de, pelo menos, igualar o seu melhor registo aqui em Wimbledon (QF).

 No sector feminino, a surpresa do dia foi a americana Laura Granville, que derrotou a ex-campeã (1997) Martina Hingis, em pouco mais de uma hora.

 Hingis foi mais uma vítima do "cemitério dos campeões" (nome atribuído ao court 2 do complexo) e, no final, mostrou-se arrependida de ter jogado Wimbledon, por ainda não se encontrar totalmente recuperada da lesão na anca que tem vindo a afectar a sua temporada.

 A eslovaca Daniela Hantuchova carimbou a passagem à quarta ronda, livrando-se da sempre difícil Katarina Srebotnik. No entanto, seguidamente defrontará a mais nova das irmãs Williams, Serena, num encontro de elevado grau de dificuldade.

 Também Jelena Jankovic passou à fase seguinte, mas, desta feita, com grandes dificuldades. Derrotou a checa Lucie Safarova, em três renhidos sets.

 Quem tem surpreendido e muito é Patty Schnyder. A suíça nunca antes tinha passado da terceira ronda, mas este ano, com três vitórias na "negra", já está nos oitavos-de-final. Até onde poderá ir esta talentosa esquerdina?

 

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

Ordem dos jogos - Dia 6

 

publicado por Morais às 21:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

Wimbledon - Dia 3 em imagens

Novo dia em Wimbledon e, à partida, as previsões quanto ao tempo não eram famosas. Como pode ver-se, foram prevenidos os espectadores britânicos, bem acostumados ao clima detestável do país.

E, com efeito, foi muita a água que caiu. Os espectadores tiveram de abrigar-se da maneira possível desta chuva que, a partir do meio da tarde londrina, não deu tréguas.

 Andy Roddick, um dos primeiros a entrar em acção, conseguiu, no entanto, escapar à intempérie e derrotou o tailandês Danai Udomchoke, em três partidas.

 Quem também seguiu em frente foi Fernando Gonzalez. O chileno, bem habituado à relva de Wimbledon, foi mais forte que o colombiano Alejandro Falla.

 Já o "branquinho" Roger Federer viu a sua partida ser interrompida, em definitivo, por volta das 16h, numa altura em que liderava, confortavelmente, o encontro que o opunha ao argentino Juan Martin del Potro. Bem encaminhado, então, para a sua 50ª vitória consecutiva sobre a superfície de relva.

 O britânico Tim Henman também entrou em court, mas apenas por breves minutos, dado que o seu encontro da segunda ronda, contra o espanhol Feliciano Lopez, foi interrompido quando o marcador mostrava um 1-1 no primeiro parcial.

 No lado das senhoras, Justine Henin carimbou passaporte para a terceira ronda, derrotando a russa Vera Dushevina, por 6-0 e 6-4.

Martina Hingis, depois de ter estado à beira da eliminação aqui, conseguiu ontem uma confortável vitória.

Contrariamente, Serena Williams voltou a sentir dificuldades. No entanto, a americana encontra sempre uma maneira de ultrapassá-las e, desta feita, foi a australiana Alicia Molik quem ficou pelo caminho.

 Também Ana Ivanovic seguiu em frente, mas para a segunda ronda, vencendo, num dos encontros em atraso, Melinda Czink, por 6-0 e 7-6(7-3).

 A irmã mais nova de Marat Safin, a russa Dinara Safina, garantiu igualmente presença na segunda ronda, depois de uma difícil vitória sobre a ucraniana Kateryna Bondarenko. Vai agora defrontar a japonesa Akiko Morigami.

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

Ordem dos jogos para o 4º dia 

 

publicado por Morais às 19:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 26 de Junho de 2007

Wimbledon - Dia 1 em imagens

Como é já tradição, num torneio de tradições, a chuva voltou a aparecer e fez alguns estragos no primeiro dia de torneio.

Ainda assim, quase 14 mil espectadores encheram por completo as bancadas do court central, para assistir ao encontro do campeão em título, o primeiro de todos, como manda a tradição.

E já que falamos de tradição, Roger Federer cumpriu com a obrigação (tradição, a quanto obrigas) e vestiu-se a rigor, todo de branco. Os jogadores são obrigados a usar pelo menos 70% de roupa de cor branca.

Mais a sério, o suíço nº1 mundial, não facilitou e mostrou que estava ali era para despachar o assunto rapidamente. Venceu o azarado Teimuraz Gabashvili, por 6-2, 6-4 e 6-3.

Quem também resolveu bem o seu encontro da primeira ronda foi o norte-americano Andy Roddick, que derrotou, por 6-1, 7-5 e 7-6(7-5) o seu compatriota...

Justin Gimelstob, que bem se esforçou, de nada lhe valendo, contudo, as imitações de Boris Becker. Na foto, o famoso vólei em suspensão, que tão bem executava o alemão.

Fernando Gonzalez foi outro dos apurados para a segunda ronda. Apesar das maiores dificuldades sentidas, voltou a derrotar o americano Robby Ginepri, como fizera em Queen's, há duas semanas atrás.

No plano feminino, Justine Henin livrou-se facilmente da adversária da primeira ronda, vencendo por claros 6-3 e 6-0.

Já o mesmo não pode dizer Martina Hingis, que teve de suar muito para bater a inglesa Naomi Cavaday, salvando pelo meio dois match-points. No final, a vitória sorriu à suíça, por 6-7(1-7), 7-5 e 6-0.

Patty Schnyder apanhou também por um grande susto, frente à francesa Camille Pin, saindo vitoriosa apenas na terceira partida e por 8-6!

Por fim, o favorito da casa, Tim Henman, não pôde concluir o encontro mais esperado do dia, frente a Carlos Moya, apesar de ter disposto de quatro pontos para fazê-lo. Aqui, a sua resposta ao serviço típica de direita.

Moya, um especialista em terra batida, aguentou-se bem e levou a decisão do encontro para o segundo dia de prova.

Isto porque, ao fim de mais de 3 horas de encontro, não havia luz suficiente para prosseguir. Ambos estiveram de acordo neste aspecto, quando o resultado fixava 5-5 na "negra".

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

publicado por Morais às 15:30
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Junho de 2007

Ténis em relva - Queen's 2007

Mais um espectacular ponto, desta vez tendo como protagonistas Andy Roddick e o sensacional francês Nicolas Mahut, que teve em Queen's uma semana quase perfeita. A ver, clicando no link abaixo.

 

http://www.atptennis.com/3/en/mercedesbenz/default.asp?AssetID=2269

 

publicado por Morais às 13:58
link do post | comentar | favorito
Domingo, 17 de Junho de 2007

Queen's - Roddick vence pela quarta vez

O norte-americano Andy Roddick venceu o torneio de Queen's, em Londres, pela quarta vez nos útimos cinco anos. Desta feita, Roddick derrotou o surpreendente francês Nicolas Mahut, por 4-6, 7-6(9-7) e 7-6(7-2), e juntou-se ao restrito grupo de jogadores com quatro títulos em Londres -John McEnroe, Boris Becker e Lleyton Hewitt também conseguiram tal feito.

Numa final extremamente equilibrada, Mahut marcou a diferença no último jogo do primeiro set, conseguindo o break que lhe valeu o 6-4 final, isto depois de ter ele próprio salvo um break point no seu jogo de serviço anterior. Nenhum dos jogadores voltaria a ter qualquer hipótese de quebrar o serviço do oponente ao longo de toda a partida, pelo que os dois sets seguintes se resolveriam em tie-breaks, ambos ganhos pelo norte-americano. No da segunda partida, o francês esteve mesmo a um ponto da maior vitória da sua carreira, mas Roddick saiu-se bem e igualou a contenda, para depois, no jogo decisivo da terceira partida, se impor com muito maior tranquilidade.

Vigésimo segundo título da carreira para Roddick que, assim, ganhou novo alento para tentar conquistar o torneio de Wimbledon, com início marcado para o próximo dia 25 de Junho. Quanto a Mahut demonstrou excelentes atributos para o jogo de relva e percebeu-se agora o verdadeiro porquê da sua conquista do título júnior de Wimbledon, em 2000, face ao croata Mario Ancic. Um pouco tarde é certo, mas nunca se sabe até onde poderá ir este francês, agora que conseguiu afirmar-se no circuito ATP.

 

publicado por Morais às 18:51
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 15 de Junho de 2007

Halle, Queen's e Birmingham - Quartos-de-final

Nicolas Mahut

 

Em Londres, dia aziago para Rafael Nadal que não conseguiu aceder, pela primeira vez na carreira, às meias-finais do torneio de Queen's, tendo ficado pelo caminho às mãos do francês Nicolas Mahut, ex-campeão júnior de Wimbledon. Andy Roddick, Dmitry Tursunov e Arnaud Clement compõem, conjuntamente com Mahut, o quadro dos semi-finalistas.

Em Halle, Tomas Berdych e Marcos Baghdatis prosseguem na senda das vitórias, defrontando agora Jarkko Nieminen e Philipp Kolschreiber, respectivamente, na tentativa de acederem à tão desejada final.

Já em Birmingham tudo se afigura muito complicado no que à conclusão do torneio diz respeito. Hoje voltou a jogar-se pouco e ainda não se disputou qualquer encontro dos quartos-de-final, facto que começa a ser preocupante. A essa fase do torneio garantiram já acesso Jelena Jankovic e Na Li, enquanto Maria Sharapova aguarda ainda tréguas por parte da chuva para fazer a sua aparição em encontro da terceira ronda.

 

Resultados do dia:

 

Halle

Queen's

Birmingham

 

publicado por Morais às 23:56
link do post | comentar | favorito

.Visitas

blogs SAPO