.posts recentes

. Análise das polls - Vence...

. Fotos Open da Austrália

. Anima-se a luta

. Open da Austrália - foto ...

. Selecção de 2007

. Open da Austrália já em a...

. Quadros do Open da Austrá...

. Youzhny "cilindra" Nadal;...

. Ainda agora começou...

. Previsões para 2008

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

Masters Cup - Resumos

Final - Roger Federer vs. David Ferrer: 6-2, 6-3 e 6-2

 

 

 Meia-final #2 - Roger Federer vs. Rafael Nadal: 6-4 e 6-1

 

Meia-final #1 - David Ferrer vs. Andy Roddick: 6-1 e 6-3

 

Grupo Vermelho (3ª jornada) - Roger Federer vs. Andy Roddick: 6-4 e 6-2

 

Grupo Vermelho (3ª jornada) - Nikolay Davydenko vs. Fernando Gonzalez: 6-4 e 6-3 

 

 Grupo Vermelho (2ª jornada) - Roger Federer vs. Nikolay Davydenko: 6-4 e 6-3 

 

Grupo Vermelho (2ª jornada) - Andy Roddick vs. Fernando Gonzalez: 6-1 e 6-4

 

Grupo Vermelho (1ª jornada) - Fernando Gonzalez vs. Roger Federer: 3-6, 7-6(1) e 7-5

 

Grupo Vermelho (1ª jornada) - Andy Roddick vs. Nikolay Davydenko: 6-3, 4-6 e 6-2

 

Grupo Dourado (3ª jornada) - David Ferrer vs. Richard Gasquet: 6-1 e 6-1

 

Grupo Dourado (3ª jornada) - Rafael Nadal vs. Novak Djokovic: 6-4 e 6-4

 

Grupo Dourado (2ª jornada) - David Ferrer vs. Rafael Nadal: 4-6, 6-4 e 6-3

 

Grupo Dourado (2ª jornada) - Richard Gasquet vs. Novak Djokovic: 6-4 e 6-2

 

Grupo Dourado (1ª jornada) - Rafael Nadal vs. Richard Gasquet: 3-6, 6-3 e 6-4

 

Grupo Dourado (1ª jornada) - David Ferrer vs. Novak Djokovic: 6-4 e 6-4
publicado por Morais às 18:15
link do post | comentar | favorito
Domingo, 18 de Novembro de 2007

Federer, o meste dos mestres

Federer terminou em beleza a temporada de 2007

Roger Federer voltou a demonstrar o porquê de ser o incontestado nº1 mundial, ao sagrar-se vencedor da Tennis Masters Cup de Xangai, competição que reune os oito melhores tenistas do temporada.

Depois de um início algo titubeante, que levou à derrota frente a Fernando Gonzalez, na partida inaugural da fase de grupos, Federer não mais vacilou durante a prova, impondo toda a sua classe e vencendo os adversários, um após o outro, à custa de um ténis ofensivo delicioso e extremamente preciso.

Na retina fica, certamente, a vitória sobre Rafael Nadal, na meia-final, uma demonstração de força e de melhores atributos para o jogo neste tipo de superfícies (greenset), mas a partida mais importante disputou-a hoje, frente a outro espanhol: David Ferrer.

Num jogo de sentido único, Federer levou de vencida o valenciano, por 6-2, 6-3 e 6-2 e voltou a afirmar a sua hegemonia no ténis mundial masculino, concluindo a temporada com três títulos do Grand Slam e o título de "mestre", pela terceira vez na carreira.

 

Artigo retirado do site Livre Indirecto

 

publicado por Morais às 19:14
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 13 de Novembro de 2007

A segunda consecutiva

Federer era a imagem da desilusão no final da partida que o opôs a Fernando Gonzalez

Pela segunda vez nos últimos dois encontros que disputou, o suíço Roger Federer, incontestado nº1 mundial, conheceu o amargo sabor da derrota.

Frente a Fernando Gonzalez, Federer até jogou bastante bem, mas o chileno esteve simplesmente imparável a partir do segundo set, assinando com uma exibição memorável a primeira vitória sobre o suíço em 11 confrontos.

Agora, para ultrapassar a primeira fase, Federer terá de suar um pouco mais, necessitando, quase garantidamente, de vencer os seus dois próximos encontros (contra Roddick e Davydenko) para não fazer a sua qualificação depender de terceiros.

Entretanto, no Grupo Dourado, o de Rafael Nadal, é o sérvio Novak Djokovic quem tem surpreendido...pela negativa. "Nole" perdeu já dois encontros (frente a Ferrer e Gasquet ) e nem uma eventual vitória sobre Nadal lhe valerá o apuramento para as meias-finais da prova, face às derrotas expressivas já averbadas. Assim, depois de uma época muito boa, o tenista dos balcãs vai mais cedo para casa, deixando uma má imagem numa Masters Cup em que se estreava este ano.

Ainda no mesmo grupo, também Rafael Nadal, o mais cotado dos quatro tenistas que o compõem, comprometeu as suas aspirações a passar à fase seguinte. O maiorquino esbanjou uma vantagem significativa e acabou por perder frente ao seu compatriota David Ferrer, reconhecendo, no final do embate, que o seu adversário "está a actuar em estado de graça". Agora, Nadal terá de vencer e esperar que Ferrer volte a ganhar (ou perca em dois sets), desta feita a Gasquet, para não necessitar de fazer contas muito complicadas. Está ao rubro este grupo dourado!

 

Resultados da Masters Cup de Xangai'07

 

Grupo Vermelho

Andy Roddick vs. Nikolay Davydenko: 6-3, 4-6 e 6-2

Fernando Gonzalez vs. Roger Federer: 3-6, 7-6(1) e 7-5

 

Grupo Dourado

Rafael Nadal vs. Richard Gasquet: 3-6, 6-3 e 6-4

David Ferrer vs. Novak Djokovic: 6-4 e 6-4

 

Richard Gasquet vs. Novak Djokovic: 6-4 e 6-2

Rafael Nadal vs. David Ferrer: 6-4 e 4-6 e 3-6

 

Notas:

-> Federer perdeu pela primeira vez na fase de grupos de uma Masters Cup, depois de seis prestações imaculadas.

-> É preciso recuar 4 anos e meio até à última vez em que Federer perdeu dois encontros oficiais consecutivos.

-> No grupo Dourado, todos os tenistas são estreantes numa Masters Cup, à excepção de Rafael Nadal

 

publicado por Morais às 13:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Masters Cup de Xangai'07 - Os protagonistas

 

Na impossibilidade de fazer uma análise detalhada do estado de forma e das expectativas em torno de cada um dos jogadores presentes nesta edição de 2007 da Masters Cup de Xangai, deixo abaixo uma referência para um artigo do site Eurosport, uma espécie de "Guia da Masters Cup", onde é cada um dos oito fantásticos é analisado ao pormenor.

 

Artigo Eurosport

 

Previsões

 

Meias-finais

 

Roger Federer vs. Novak Djokovic

Rafael Nadal vs. Andy Roddick

 

Final

 

Roger Federer vs Rafael Nadal

 

Vencedor

 

Roger Federer

 

publicado por Morais às 09:36
link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Novembro de 2007

Tennis Masters Cup - Sorteio favorece Federer

 

Realizou-se, na passada quarta-feira, o sorteio da fase de grupos da Tennis Masters Cup de Xangai.

Contrariamente ao sucedido no ano passado, desta feita, Roger Federer saiu bem mais favorecido que Rafael Nadal, ao ficar colocado no mesmo grupo de Nikolay Davydenko, Andy Roddick e Fernando Gonzalez; por seu lado, Nadal terá de defrontar Novak Djokovic, David Ferrer e Richard Gasquet, num grupo que promete ser muito mais equilibrado que o prmeiro e de apurados incertos.

A Tennis Masters Cup terá início no próximo dia 10 de Novembro e mercerá acompanhamento televisivo no nosso país, a cargo da SportTv. Em alternativa, há sempre a possiblidade de assinar a ATP Masters Series TV, pagando 7€ para poder ver todos os jogos do evento que encerra a época de 2007 do circuito ATP.

 

Tennis Masters Cup

 

Grupo Vermelho

1 - Roger Federer

4 - Nikolay Davydenko

5 - Andy Roddick

7 - Fernando Gonzalez

 

Grupo Dourado

2 - Rafael Nadal

3 - Novak Djokovic

6 - David Ferrer

8 - Richard Gasquet

 

publicado por Morais às 12:48
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Novembro de 2007

Gasquet é o oitavo

Gasquet qualificou-se para Xangai

Mesmo tendo David Nalbandian vencido o Masters Series de Paris, o francês Richard Gasquet, derrotado pelo argentino nas meias-finais desse mesmo evento, tornou-se no oitavo e último qualificado para a Masters Cup de Xangai.

Gasquet sabia de antemão que apenas precisaria de atingir as semi-finais da prova parisiense, na eventualidade do cipriota Marcos Baghdatis não a vencer e dos seus demais sérios opositores directos perderem antes dos ou mesmos nos quartos-de-final. Face à conjugação de todos estes factores -Baghdatis jogou mais cedo e perdeu, frente a Rafael Nadal-, o tenista gaulês garantiu a qualificação, pela primeira vez na carreira, mesmo antes de disputar o seu encontro das meias-finais.

Desta forma, fica completo o quadro dos apurados para a prova que reune os oito melhores tenistas do planeta. São eles Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic, Nikolay Davydenko, Andy Roddick, David Ferrer, Fernando Gonzalez e Richard Gasquet. O suplente, esse, é de luxo e dá-se pelo nome de David Nalbandian.

 

publicado por Morais às 18:59
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

A decorrer - loucos por Xangai

 

Se no sector feminino está já tudo definido no que toca às participantes na Masters Cup (Madrid - 5 de Novembro), o mesmo não acontece no sector masculino, com dois lugares ainda em aberto e muitos candidatos a ocupar essas vagas para a Masters Cup de Xangai, com início marcado para o próximo dia 11 de Novembro.

Esta semana, são dois os palcos para os torneios ATP e WTA. Paris e Quebec são o espelho da situação bem distinta que se vive nos dois circuitos, o masculino e o feminino, do ténis mundial.

A paragem parece não ter prejudicado Lindsay Davenport, que continua a jogar um ténis fantástico

No Canadá, face à total ausência de tenistas do top-10, já em preparação para o evento da próxima semana, em Madrid, o destaque vai inteirinho para a presença da 14ª jogadora mundial, a checa Nicole Vaidisova, e para a "super-mãe" Lindsay Davenport. Vaidisova ficou já pelo caminho, logo na ronda inaugural, a contas com uma arreliadora lesão no pulso direito; entretanto, Davenport arrepiou caminho até aos quartos-de-final e promete ser uma séria candidata à vitória final, ela que está a disputar apenas o seu terceiro torneio do ano.

Na cidade luz, têm sido muitas as emoções ao longo da semana. Nunca antes houve tanto em discussão no último Masters Series da temporada. Dezanove jogadores tinham, à partida, aspirações a uma presença na Masters Cup de Xangai e, ao cabo de três tondas, são ainda seis (cinco em prova) os candidatos às duas vagas disponíveis. Fernando Gonzalez, eliminado logo de entrada, nada mais pode fazer a não ser assistir do sofá à luta acérrima entre Tommy Robredo, Andy Murray, Richard Gasquet, Mikhail Youzhny e Marcos Baghdatis, restando-lhe esperar que apenas um destes últimos se consiga apurar, por forma a conservar a sua posição provisória (7º lugar), a penúltima das que dão acesso à prova que encerra a temporada. 

Nalbandian tem estado endiabrado. Voltou a vencer Roger Federer e afirma-se como um dos jogadores em melhor forma neste final de temporada. Pena que apenas possa almejar ser o suplente em Xangai....

De fora ficaram já, entre outros, Tommy Haas (derrotado por Youzhny) e David Nalbandian, que apenas "acordou" neste final de temporada. O argentino voltou, hoje, a vencer Roger Federer (e em 2 sets!), mas ficou a saber que não se apura, nem mesmo vencendo o evento francês.

Os jogos dos quartos-de-final, agendados para amanhã, são os que abaixo se apresentam - Ordem dos jogos.

 

David Nalbandian vs. David Ferrer

Andy Murray vs. Richard Gasquet

Tommy Robredo vs. Marcos Baghdatis

Mikhail Youzhny vs. Rafael Nadal

 

Artigo sobre a corrida para Xangai'07 - Actualização diária

 

publicado por Morais às 23:58
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

ATP e WTA - Torneios da semana

Basileia'07 S. Petersburgo Lyon'07

Com o aproximar do final da temporada, quer no circuito masculino, quer no feminino, aquece a luta pelas vagas ainda disponíveis para as respectivas Masters Cup do ATP e WTA Tour.

No lado das senhoras, restam três bilhetes que dão acesso à prova final do calendário, a realizar, este ano tal como no transacto, em Madrid, a partir do próximo dia 15 de Novembro. 

Em melhor posição para lá chegar encontram-se a russa Anna Chakvetadze, a norte-americana Venus Williams e a também russa Maria Sharapova, mas Daniela Hantuchova e Marion Bartoli podem ainda ter uma palavra a dizer. E como destas são as únicas, a par de Chakvetadze, em competição actualmente, dependem apenas de si próprias para se poderem juntar ao lote das melhores tenistas do planeta -Justine Henin, Jelena Jankovic, Svetlana Kuznetsova, Ana Ivanovic e Serena Williams já lá estão.

Analogamente, no circuito masculino estão também definidos apenas cinco dos participantes na próxima Masters Cup, a realizar em Xangai. Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic, Nikolay Davydenko e Andy Roddick têm já presença garantida, ao passo que David Ferrer (6º) se encontra próximo de se juntar a este quinteto, ocupando Fernando Gonzalez e Tommy Haas a sétima e oitava posições provisórias.

No entanto, em virtude da realização do Masters Series de Paris, na próxima semana, são ainda 20 os tenistas com possibilidades matemáticas de lá chegar. Cá por mim, apostaria numa classificação final idêntica à provisória antes apresentada, mas jogadores como Richard Gasquet -actua perante o seu público estas duas semanas-, Tomas Berdych, James Blake, ou até mesmo Andy Murray ou David Nalbandian (ambos em boa forma, ultimamente) podem aspirar ainda a mais altos voos.

Portanto, muita emoção em perspectiva para as próximas duas semanas. Para já, nesta, jogar-se-á em São Petersburgo, Lyon e Basileia, no circuito ATP e apenas em Linz no WTA Tour. A não perder!

 

Quadro Basileia'07 (850000€)

Quadro São Petersburgo'07 (700000€)

Quadro Lyon'07 (680000€)

Quadro Linz'07 (420000€)

 

Classificação masculina - ATP Race

Classificação feminina - Sonny Ericson Championships Race

 

publicado por Morais às 22:35
link do post | comentar | favorito

Vindo do nada, ele tudo levou

David Nalbandian sagrou-se hoje vencedor do Mutua Madrileña Masters Madrid, o penúltimo Masters Series da temporada no circuito ATP. O tenista argentino assinou exibições verdadeiramente brilhantes ao longo de toda a semana, tendo hoje colocado a cereja no topo do bolo, ao derrotar o suíço Roger Federer, na final do evento espanhol.

Num jogo que se antevia bem disputado, face à forma que Nalbandian vinha demonstrando, Federer entrou disposto a resolver as coisas a seu favor e cedo se adiantou no marcador. Dois breaks e 28 minutos depois, o suíço conquistava o primeiro parcial por 6-1 e parecia bem encaminhado para o 52º título da sua carreira.

No entanto, o Nalbandian que víramos nos encontros frente a Rafael Nadal e Novak Djokovic apareceu logo no despontar da segunda partida. O tenista das pampas quebrou o saque do seu credenciado oponente no segundo jogo do set e soube depois gerir muito bem as operações, vencendo esse parcial por 6-3, em grande parte devido ao seu fantástico primeiro serviço e ao reduzido número de erros não forçados.

No parcial decisivo, Federer voltou a deixar-se surpreender nos primeiros jogos e não mais foi capaz de inverter a tendência do jogo, acabando vergado à maior inspiração de Nalbandian, que acabou por ser um justíssimo vencedor.

Este que foi o primeiro título do argentino desde a vitória na edição de 2006 do Estoril Open e apenas o sexto da sua carreira permiti-lhe alimentar ainda a remota esperança de qualificar-se para a Tennis Masters Cup, a relizar em Xangai.

 

p.s.: artigo retirado do site Livre Indirecto

 

publicado por Morais às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 20 de Outubro de 2007

Choque!

Nadal cabisbiaixo durante o encontro com Nalbandian

Que Rafael Nadal não é o maior adepto dos pisos rápidos indoor (greenset) já todos sabíamos; de que Nalbandian é exímio neste tipo de superfície, apesar da má temporada que tem vindo a realizar, também não duvidávamos; que a partida pudesse ser muito disputada e de vencedor incerto -pese embora o favoritismo de Nadal- já suspeitávamos; o que nunca imaginámos, certamente, foi esta copiosa derrota que o tenista das pampas inflingiu ao maiorquino, no Masters Series de Madrid. 6-1 e 6-2 foram os parciais de um encontro de sentido único, em que Nalbandian jogou o seu melhor ténis e Nadal esteve irreconhecível. Foi a mais dura derrota do espanhol em eventos ATP, apenas igualada pela que sofreu em Lyon, em 2004, frente a Julien Benneteau (6-3 e 6-0).

 

publicado por Morais às 10:18
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Segunda-feira, 1 de Outubro de 2007

A semana de Tursunov

Mas tão pesado para quê, perguntará o russo. Afinal, o que me interessa é o dinheiro!!

Dmitry Tursunov parece destinado a ganhar torneios na última semana do mês de Setembro. Um ano depois de ter triunfado, nesta mesma altura do ano, em Mumbai, o russo voltou a repetir o feito, mas agora em Banguecoque, o evento que se disputa em paralelo com aquele.

Num torneio muito afectado pelas desistências -Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Roddick foram baixas de última hora-, Tursunov foi quem melhor partido soube tirar da situação, aproveitando para se impôr aos tenistas menos cotados que lhe surgiram no caminho, entre eles Benjamin Becker, na final.

O alemão, responsável pelo fim da carreira do lendário Andre Agassi, foi um dos grandes protagonistas da semana. Bateu Carlos Moya e Thomas Berdych, dois dos principais cabeças-de-série e favoritos à conquista do título, e atingiu a sua primeira final de nível ATP. No entanto, a senda vitoriosa terminou no confronto com Tursunov e os parciais de 6-2 e 6-1 não deixam lugar a dúvidas quanto à superioridade deste, bem mais habituado a estas andanças.

Segundo título do ano para o russo (3º da carreira) e mais 55000€ em prémios monetários.

 

Quadro final Banguecoque'07

 

publicado por Morais às 00:14
link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Setembro de 2007

#1 - Quando eu era pequenino... - Rafael Nadal

 

É com um engraçado vídeo de Rafael Nadal, à data com 12 anos, que se inicia a rúbrica "Quando eu era pequenino...".

Ao longo das próximas semanas, recuaremos alguns anos nas carreiras de diversos atletas de topo que agora fazem furor nos courts de todo o mundo, procurando divertidas semelhanças com os dias de hoje.

A acção decorre em 1998, no campeonato nacional de Espanha de infantis, no qual Nadal despontou para a ribalta do ténis espanhol, ao atingir a final. Embora tenha tido que contentar-se com o título de vice-campeão nesse ano, em 2000 viria a conquistar essa mesma prova, de resto o único triunfo em campeonatos nacionais do seu país que detém no currículo.

Facilmente identificável, o jovem Nadal tem muitas das características do tenista que hoje vemos actuar: o mesmo estilo de pancadas, quer de esquerda, quer de direita e até mesmo o golpe de serviço se assemelha; na mesma linha, as expressões faciais que usa aquando da entrevista são também elas em tudo idênticas às que hoje se arrancam ao maiorquino.

As principais diferenças estão, claro, na voz e, como diria o nosso bem-disposto leitor (ver comentário), no "bíceps braquial esquerdo", o tal que não beijava de cada vez que arrancava um daqueles fabulosos winners de direita...

 

publicado por Morais às 01:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Visitas

blogs SAPO