.posts recentes

. Sharapova vence Open da A...

. Open da Austrália - foto ...

. Open da Austrália - Momen...

. EUA conquistam a Hopman C...

. Sony Ericsson Championshi...

. As protagonistas

. O espectáculo vai começar...

. A reviravolta de Szavay

. ATP e WTA - Torneios da s...

. US Open - Dia 10 em image...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

Henin regressa em grande

Henin exibe o troféu conquistado em Toronto

Depois de uma ausência de 6 semanas, Justine Henin regressou ao activo e logo com uma vitória, no Masters Series de Toronto. A belga mostrou que a derrota surpreendente nas meias-finais de Wimbledon, frente a Marion Bartoli, não a afectou minimamente e exibiu grande supremacia sobre as demais adversárias, acabando por triunfar sem ceder qualquer set ao longo da semana. Na final, a sérvia Jelena Jankovic ainda ofereceu alguma resistência, mas acabou por desaproveitar vantagens em ambos os parciais e cedeu por 7-6(7-3) e 7-5.

Com este título, Justine eleva para seis o número de êxitos em 2007 e cimenta a sua liderança no ranking mundial, partindo com ascendente psicológico para o US Open, quarto Grand Slam da temporada, que terá início na próxima segunda-feira.

 

Quadro final Toronto'07

 

publicado por Morais às 00:13
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Agosto de 2007

ATP e WTA - Torneios da semana

ATP - CincinnatiWTA - Toronto

Tal como na semana transacta, disputam-se, no decorrer desta que agora começa, apenas dois torneios de nível ATP ou WTA. Cincinnati para os homens e Toronto para as senhoras são os palcos do espectáculo, que promete ser muito, atendendo à cotação de ambos: Masters Series.

Roddick procura voltar a triunfar em Cincinnati

Em Cincinnati cabe  Andy Roddick a árdua tarefa de tentar defender o título conquistado em 2006, ele que se mostra sempre muito activo no circuito de Verão americano -venceu o chamado US Open Series, circuito constituído por várias provas em solo americano, nos dois últimos anos. No entanto, a oposição é muito forte e Novak Djokovic (vencedor em Montréal), Roger Federer (incontestável nº1 mundial) e Rafael Nadal (atenção a Youzhny!) parecem ser os candidatos mais sérios a suceder ao norte-americano. A ver vamos...

Ana Ivanovic tentará defender o título conquistado o ano passado, em Montréal

Já em Toronto, finalmente teremos o prazer de voltar a ver Justine Henin actuar. A belga esteve ausente do circuito desde o passado torneio de Wimbledon, não tendo competido depois da surpreendente derrota nas meias-finais do torneio britânico, frente a Marion Bartoli, mas agora promete um regresso em força, perfilando-se para a conquista do título. Ana Ivanovic é a titular do torneio e chega ao Canadá com a confiança reforçada, depois da recente conquista em Los Angeles, mas há ainda que ter em conta nomes como Jelena Jankovic, Anna Chakvetadze ou Svetlana Kuznetsova, todas elas bem capazes de arrebatar o título. Quem levará a melhor?

 

Quadro Cincinnati'07

Quadro Toronto'07

 

publicado por Morais às 16:39
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

ATP e WTA - Torneios da semana

Depois da dispersão das últimas semanas, com vários torneios a serem disputados simultaneamente, quer no circuito feminino, quer no masculino, esta será uma semana com apenas um torneio ATP e outro WTA. Logicamente, uma descida no número de eventos significa um crescimento a nível da importância dos que se realizam.

O Masters Series do Canada, disputado em Toronto no ano passado, teve Roger Federer como vencedor

Assim, no lado dos homens, teremos o torneio de Montreal, inserido na categoria dos Masters Series, onde se encontram todos os melhores tenistas da actualidade. Roger Federer é o detentor do título e procurará revalidá-lo, mas Rafael Nadal, Novak Djokovic, Andy Roddick ou Lleyton Hewitt também estão à espreita. De saudar, ainda, o regresso ao activo de Andy Murray. O escocês esteve parado cerca de 3 meses, a debelar uma lesão no pulso e procura agora recuperar a sua melhor forma. Poderá encontrar Roger Federer na 3ª ronda, isto se ultrapassar Robby Ginepri e Fabio Fognini no entretanto.

Elena Dementieva saiu de Los Angeles com o troféu, em 2006

No lado das senhoras, disputar-se-á apenas o Tier II de Los Angeles. Elena Dementieva é a detentora do título, mas Maria Sharapova é quem parte em vantagem para a conquista do troféu. No entanto, uma Ana Ivanovic ou uma Jelena Jankovic, regressadas à competição, poderão ser oponentes de peso e, certamente, ajudarão este torneio a tornar-se num evento bem atraente para o público.

 

Quadro Montreal'07

Quadro Los Angeles'07

 

publicado por Morais às 14:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

Wimbledon - Dia 5 em imagens

Estes foram os protagonistas do quinto dia do torneio de Wimbledon, fazendo a sua aparição num dos courts do All England Club. Depois de um momento de descontracção, foram retirados do recinto e a partida pôde prosseguir. 

O suíço Roger Federer jogou com o russo Marat Safin, no encontro mais aguardado do dia. Sabia-se do perigo que Safin poderia ser, mas foi Federer quem sorriu no final da contenda. 

Safin exasperado, no decorrer do duelo com o nº1 mundial. 

 Andy Roddick recorreu a toda a sua garra para recuperar da desvantagem no terceiro set do encontro que o opunha ao espanhol Fernando Verdasco. O americano consegui vencer, em apenas três partidas.

 Tommy Haas venceu, demonstrando apurada forma, o russo Dmitry Tursnunov e vai agora enfrentar Roger Federer, na tentativa de apurar-se para os quartos-de-final.

 Juan Carlos Ferrero, depois de ter entrado a perder neste torneio (o checo Jan Hajek roubou-lhe os dois sets iniciais no embate da primeira ronda), está agora a adquirir a sua melhor forma e está já nos oitavos-de-final, onde defrontará o sérvio Janko Tipsarevic.

 No duelo mais espectacular do dia, aquele que opôs Fernando Gonzalez (foto) a Janko Tipsarevic (o tal que defrontará Ferrero), houve muita emoção (terminou a 8-6(!) na "negra"), aliada a pontos espectaculares, factos que tornaram este encontro num dos mais vistosos da semana.

 Tipsarevic levou a melhor e apurou-se, pela primeira vez na carreira, para os oitavos-de-final de um torneio do Grand Slam.

 Gonzalez, favorito à partida, descarregou toda a sua frustração na hora da derrota. O chileno perdeu uma boa oportunidade de, pelo menos, igualar o seu melhor registo aqui em Wimbledon (QF).

 No sector feminino, a surpresa do dia foi a americana Laura Granville, que derrotou a ex-campeã (1997) Martina Hingis, em pouco mais de uma hora.

 Hingis foi mais uma vítima do "cemitério dos campeões" (nome atribuído ao court 2 do complexo) e, no final, mostrou-se arrependida de ter jogado Wimbledon, por ainda não se encontrar totalmente recuperada da lesão na anca que tem vindo a afectar a sua temporada.

 A eslovaca Daniela Hantuchova carimbou a passagem à quarta ronda, livrando-se da sempre difícil Katarina Srebotnik. No entanto, seguidamente defrontará a mais nova das irmãs Williams, Serena, num encontro de elevado grau de dificuldade.

 Também Jelena Jankovic passou à fase seguinte, mas, desta feita, com grandes dificuldades. Derrotou a checa Lucie Safarova, em três renhidos sets.

 Quem tem surpreendido e muito é Patty Schnyder. A suíça nunca antes tinha passado da terceira ronda, mas este ano, com três vitórias na "negra", já está nos oitavos-de-final. Até onde poderá ir esta talentosa esquerdina?

 

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

Ordem dos jogos - Dia 6

 

publicado por Morais às 21:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 23 de Junho de 2007

s-Hertogenbosch - Chakvetadze e Ljubicic vencem

O croata Ivan Ljubicic e a russa Anna Chakvetadze sagraram-se, esta tarde, vencedores dos torneios masculino e feminino de s-Hertogenbosch, em Rosmalen, na Holanda. O croata derrotou o renascido holandês Peter Wessels, oriundo do qualifying, por 7-4(7-5), 4-6 e 7-6(7-4) e a russa venceu a sérvia Jelena Jankovic, uma das melhores da temporada, em três sets também, por 7-6(7-2), 3-6 e 6-3, atingindo o belo número de quatro títulos WTA em quatro finais.

Ljubicic e Chakvetadze serão também, certamente, dois tenistas a ter em conta para o torneio de Wimbledon, com início marcado para segunda-feira.

 

publicado por Morais às 23:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Junho de 2007

Nottingham, s-Hertogenbosch e Eastbourne - SF

Jogaram-se hoje os encontros relativos às meias-finais dos torneios ATP e WTA a decorrer esta semana, na Holanda e em Inglaterra.

 

         Henin                                   Mauresmo

 

Em Inglaterra, mais precisamente em Nottingham, a chuva, hoje torrencial, voltou a fazer das suas e obrigou a que os encontros fossem jogados num recinto indoor. Recorde-se que, devido ao início do torneio de Wimbledon, na próxma segunda-feira, não haveria a possibilidade de alargar o torneio para além de Domingo, o que levou os organizadores a recorrerem a esta solução. Quem se deu bem com a mudança foram Arnaud Clement e Ivo Karlovic, que se confirmaram como excelentes jogadores em relva e garantiram presença na final, à custa, respectivamente, de Jonas Bjorkman e Dmitry Tursunov; já em Eastbourne, a partida decisiva será disputada entre as duas primeiras cabeças-de-série do torneio, Justine Henin e Amélie Mauresmo, numa reedição da final de Wimbledon 2006.

 

          Ljubicic                                                           Jankovic

 

Na Holanda, em Rosmalen (s-Hertogenbosch), Ivan Ljubicic apurou-se para a sua primeira final da carreira em relva, estando agora à espera do seu adversário, que sairá do encontro entre os surpreendentes Peter Wessels (vindo de uma longa paragem por lesão) e Anthony Dupuis; no lado das senhoras, Jelena Jankovic continua a demonstrar uma forma invejável e, depois da vitória na passada semana em Birmingham, apurou-se para uma nova final num torneio de relva, cabendo-lhe agora defrontar a russa Ana Chakvetadze, vencedora da eslovaca Daniela Hantuchova.

 

Resultados dos dia:

 

Nottingham

s-Hertogenbosch - ATP e WTA

Eastbourne

 

publicado por Morais às 23:55
link do post | comentar | favorito
Domingo, 17 de Junho de 2007

Birmingham - Jankovic derrota Sharapova

Contrariamente ao que chegou a parecer iminente, sempre foi possível concluir-se a tempo o torneio WTA de Birmingham. A sérvia Jelena Jankovic foi quem arrecadou a vitória, batendo, na final, a russa Maria Sharapova, por 4-6, 6-3 e 7-5. Note-se que ambas as jogadoras foram sujeitas a um grande esforço extra nesta recta final do torneio, sobretudo Sharapova, que teve de disputar quatro encontros -dois deles a três partidas- nos últimos dois dias. Pode dizer-se que longe vão os tempos em que algumas jogadoras se viam e desejavam para concluir, em boa condição física, um encontro a três sets, ficando demonstrado que cada vez mais a preparação física é um aspecto importante no ténis feminino.

 

publicado por Morais às 23:59
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

Roland Garros - 9º dia

Ficou hoje completo o quadro das partidas dos quartos-de-final masculinos e, chegados a esta fase do torneio, concluimos que escassearam as reais surpresas num torneio que costuma ser próspero no que a essa matéria diz respeito. Basta olharmos para as previsões efectuadas no início desta "quinzena parisiense" e vermos que 6 dos 8 quarto-finalistas previstos atingiram essa fase do torneio.

 

Nadal exulta após a vitória frente a Hewitt

 

Analisando as quatro partidas de hoje, podemos dizer que Rafael Nadal venceu mais confortavelmente do que o esperado o australiano Lleyton Hewitt. Depois do intenso duelo que protagonizaram há pouco mais de duas semanas atrás, desta feita Nadal mostrou-se mais sólido e encerrou a contenda ao cabo de 2h05m e em apenas três partidas. Dominou claramente as duas primeiras (6-3 e 6-1) e, apesar da resistência oferecida por Hewitt na terceira, soube levar a água ao seu moinho e impor-se no tie-break. Como o próprio reconheceu no final "um quarto set poderia complicar muitas as coisas, porque ele é um lutador e voltaria a estar tudo muito igualado". O que é certo é que Nadal atinge a antepenúltima ronda do torneio sem ter ainda cedido qualquer set, proeza também conseguida por Roger Federer e Tommy Robredo.

 

Djokovic, no seu estilo muito peculiar

 

Quanto a Novak Djokovic, apurou-se também ele para os quartos-de-final, marcando encontro com o russo Igor Andreev, naquela que será uma reedição do equilibrado encontro que protagonizaram na 1ª ronda do Estoril Open deste ano, que Djokovic venceu. Começando pelo sérvio, esteve hoje muito bem, exibindo o seu ténis muito variado e deixando o seu adversário, Fernando Verdasco, sem soluções para contrariar o seu maior ascendente. De Andreev dizer que eliminou Baghdatis, num duríssimo encontro, marcado por poderosas trocas de bola de fundo do court. Nesse capítulo, Andreev levou a melhor e vergou o cipriota em quatro partidas, com parciais de 2-6, 6-1, 6-3 e 6-4.

 

Carlos Moya

 

No encontro de "veteranos" levou a melhor o mais novo, Carlos Moya (30 anos). O maiorquino derrotou Jonas Bjorkman em apenas três partidas, mas é justo que se referencie a caminhada meritória do sueco, que, aos 35 anos, repetiu a sua melhor prestação no torneio (1996), num piso que está longe de ser indicado para o seu tipo de jogo -serviço-vólei. A prova de que a idade também é um posto e que os muitos anos de experiência pesam mais que o peso da idade.

 

Jonas Bjorkman

 

Para amanhã estão agendadas verdadeiras batalhas, que prometem agitar o mundo do ténis. Justine Henin e Serena Williams defrontar-se-ão numa espécie de final antecipada, antevendo-se um duelo titânico, daqueles de levar ao rubro o público parisiense.

 

 vs.

Justine Henin                                                                Serena Williams

 

Nas restantes partidas, Ana Ivanovic jogará um inédita presença nas meias-finais de um Grand Slam frente a Svetlana Kuznetsova (que bateu, na final de Berlim), Maria Sharapova e Ana Chakvetadze defrontar-se-ão num duelo totalmente russo e, por fim, Jelena Jankovic e Nicole Vaidisova medirão forças, num encontro que promete ser bastante interessante.

Na vertente masculina, Roger Federer tentará manter imaculada a sua série de confrontos com Tommy Robredo (vence por 7-0 no head-to-head) e Guillermo Cañas lutará frente a Davydenko pela possibilidade de se reencontrar com Federer, jogador que já bateu em duas ocasiões na presente temporada. Programa do dia.

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

 

publicado por Morais às 21:58
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 2 de Junho de 2007

Roland Garros - 6º dia

 

Jelena Jankovic

 

Novo dia, velha máxima: quem é favorito vence. Aconteceu assim no torneio masculino e o mesmo se passou com as senhoras.

Começando hoje pelo quadro feminino e pelo encontro entre a espectacular Jelena Jankovic e a poderosa americana Venus Williams, cumpriram-se as previsões. A partida foi um festival de ténis atacante do fundo do court e um excelente espectáculo de propaganda para a modalidade, em especial para o ténis feminino. A sérvia levou a melhor, vencendo por 6-4, 4-6 e 6-1 e garantiu passaporte para os oitavos-de-final do torneio. Em igual fase estão também Justine Henin e Serena Williams, que levaram de vencida as suas adversárias, com relativa facilidade, aproximando-se de um embate entre ambas, que poderá acontecer nos quartos-de-final. E atenção também à checa Nicole Vaidisova que, paulatinamente, vai subindo de forma e se afigura já como candidata à vitória final, ela que o ano passado atingiu as meias-finais aqui, em Paris.

No quadro masculino, Roger Federer "despachou" mais um adversário, no caso o italiano Potito Starace. O suíço demonstrou uma forma incrível e não deu quaisquer hipóteses ao seu adversário, vencendo-o por 6-2, 6-3 e 6-0. No final, apontou o sol como o principal factor para a sua fácil vitória e manifestou-se satisfeito por não ter concedido oportunidades ao italiano Starace, como sucedera na ante-véspera, face ao francês Thierry Ascione. 

 

David Nalbandian

 

Quem também tem confirmado as expectativas é o argentino David Nalbandian, apontado como um perigoso outsider. Venceu o francês Gael Monfils em quatro difíceis sets, naquela que foi, talvez, a melhor partida do dia. Por seu lado, os russos Igor Andreev, Mikhail Youzhny e Nikolay Davydenko seguiram também em frente para a quarta ronda, bem como o italiano Filippo Volandri, que causou sensação em Roma, ao vencer o suíço nº1 mundial Roger Federer. Ontem desembraçou-se do croata Ivan Ljubicic, num jogo extremamente equilibrado e continua a sua caminha vitoriosa, num quadro onde esperará, certamente, ir bem longe.

 

Filippo Volandri

 

Por fim, referência ao argentino Guillermo Cañas, que continua muito regular nesta sua época de regresso ao circuito, depois de uma suspensão por doping, tendo vencido o belga Kristof Vliegen.

Para amanhã, aguardam-se com expectativa alguns dos jogos agendados. Nas senhoras, a francesa Amélie Mauresmo defronta a checa Lucie Safarova e, nos homens, Igor Andreev mede forças com Paul-Henri Mathieu, o mesmo acontecendo com Rafael Nadal e Albert Montañes e Lleyton Hewitt e Jarkko Nieminen. Programa do dia

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

publicado por Morais às 14:21
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Roland Garros - 5º dia

Dia calmo o que hoje se viveu em Paris, no torneio de Roland Garros. Todos os principis favoritos seguiram em frente, quer no quadro masculino, quer no feminino.

Na vertente masculina, Rafael Nadal e Novak Djokovic asseguraram lugar na terceira ronda com grande tranquilidade, enquanto Lleyton Hewitt (foto) teve de se aplicar frente ao antigo campeão do torneio, Gaston Gaudio, necessitando de recuperar de uma desvantagem de dois sets para seguir em frente e manter viva a esperança de vencer (porque não?) aqui na cidade luz. O australiano tem revelado muito boa forma e promete ser um sério candidato, um pouco à semelhança do espanhol Carlos Moya, que também hoje se desenvencilhou, facilmente, do francês Florent Serra.

Na grelha feminina, também não houve surpresas e todas as favoritas seguiram em frente, com natural destaque para as russas Maria Sharapova (foto) e Svetlana Kuznetsova, a norte-americana Serena Williams e a francesa Amélie Mauresmo.

Para amanhã espera-se maior emoção, uma vez que estão agendados confrontos bem interessantes. Do lado dos homens, o espectacular Gael Monfils e David Nalbandian defrontar-se-ão no court central e Juan Carlos Ferrero e Mikhail Youzhny medirão forças no court 2; nas senhoras, aguarda-se com mais expectativa o embate entre a sérvia Jelena Jankovic e a mais velha das irmãs Williams, Venus, que promete ser um festival de ténis atacante, fenómeno raro nestas paragens. Programa do dia.

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

 

Singulares femininos

 

publicado por Morais às 21:12
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Roland Garros - 3º dia

 

Assim, sim! Depois de dois dias marcados pela chuva, hoje o sol apareceu em força na cidade de Paris. Em contraponto com as anteriores jornadas, hoje jogaram-se 82(!) encontros (7 incompletos) em 18 courts diferentes (ao contrário dos 16 habituais), tivemos Nadal e Federer em acção, houve muito e bom ténis, emoção, supresas, confirmações...enfim, uma verdadeira jornada de ténis, pela qual já muitos suspiravam.

 

Começando pelo quadro masculino, natural referência aos jogos que envolveram os dois melhores jogadores mundiais e grandes favoritos à conquista da vitória final no torneio. Roger Federer concluiu o seu encontro frente ao "limpa-pára-brisas" Michael Russell, vencendo e convencendo, por 6-4, 6-2 e 6-4, frente a um aguerrido jogador norte-americano que corre muitos quilómetros (milhas, para eles) em cada partida. Com grande classe, Federer transita para a segunda ronda e vai agora defrontar o talentoso francês Thierry Ascione; quanto a Rafael Nadal, o espanhol passou por apuros no seu encontro frente ao promissor argentino Juan Martin del Potro, nomeadamente na primeira partida. O tenista das "pampas" entrou claramente mais motivado, depois de se ter confirmado que Nadal afinal não é imbatível em terra batida, e esteve mesmo muito perto de conquistar um primeiro parcial onde exibiu toda a sua categoria, disparando autênticos mísseis de fundo do court que tornaram muitas das defesas de Nadal inglórias. No entanto, quando serviu para fechar a 5-3, desperdiçou um vólei fácil a 30-30 e permitiu a Nadal reentrar em jogo. O espanhol não mais lhe permitiu qualquer veleidade e, não obstante o exagerado número de erros não forçados (33) que cometeu, venceu, ao cabo de 2h19m, por 7-5, 6-3 e 6-2.

 

Nos restantes encontros, destaque para as vitórias categóricas do cipriota Marcos Baghdatis (acima, à esquerda) sobre o francês Sebastien Grosjean (6-3, 6-2 e 6-4) e do croata Ivan Ljubicic (à direita) sobre o jogador da casa, Arnaud Clement (6-1, 7-5 e 7-6(7-2)).

  

No capítulo das surpresas, os vencedores do dia foram o "robot" checo Radek Stepanek, namorado de Martina Hingis (acima, à esq.), que derrotou de forma incrivelmente fácil o chileno Fernando Gonzalez (6-2, 6-2 e 6-4), o "gigante" croata Ivo Karlovic (acima, à dir.), vencedor de um desinspirado James Blake, e o russo Igor Andreev (ao centro), que não fez mais que confirmar o mau momento que atravessa Andy Roddick, derrotando-o por 3-6, 6-4, 6-3 e 6-4. Roddick terá agora de aguardar pela temporada de relva para reentrar no trilho das vitórias. 

Não menos meritórias foram as vitórias do renascido checo Bohdan Uhlirach, que esteve ausente dos courts por dois anos, devido a um erro processual do ATP num caso de doping, e do letão Ernest Gulbis, que "humilhou" o veterano Tim Henman (na foto, acima). O jogador britânico está em clara fase descendente de uma carreira onde poderia ter atingido melhores resultados (nomeadamente na relva de Wimbledon) e parece avizinhar-se um fim próximo, talvez já no "seu" Wimbledon, no mês de Junho. Por último, notas de realce para David Nalbandian e Philipp Kohlschreiber. O primeiro, arredado das pistas, por opção, desde há mais de um mês, venceu, em quatro sets o coreano Hyung Taik-Lee e, pese embora a curta temporada de preparação para este torneio, poderá ser um perigoso outsider, dada a sua regularidade e a capacidade de se superar nos grandes eventos; o segundo, venceu o encontro mais longo do dia, por, imagine-se, 17-15(!) na quinta partida. Tal só é possível, porque em Roland Garros não há tie-break na partida decisiva, tal como acontece em Wimbledon e no Open da Austrália.

  

Passando agora ao quadro feminino, há que dizer que o dia foi bem menos agitado que o masculino. Primeiro, jogaram-se apenas 22 encontros (contra 60 masculinos) e, depois, as principais favoritas seguiram em frente, com excepção da russa Nadia Petrova (foto à esq.), que, claramente limitada em termos físicos por uma arreliadora lesão nas costas, sucumbiu face à agressividade posta em court pela checa Kveta Peschke, perdendo por 5-7, 7-5 e 6-0. Já a sérvia Jelena Jankovic (ao centro), uma das fortes candidatas à vitória final, levou de vencida a francesa Stéphanie Foretz (6-2 e 6-2) e a russa Elena Dementieva (à dir.) impôs-se à teenager alemã Angelique Kerber, por fáceis 6-3 e 6-2.

Para amanhã, espera-se um dia bem mais calmo, agora que está recuperado grande parte do atraso devido às duas jornadas iniciais. Destaque para a entrada em cena de Maria Sharapova e Svetlana Kuznetsova e para os regressos de Justine Henin e Serena Williams ao court, isto no plano feminino. No lado dos homens, natural destaque para o encontro de Roger Federer, o último do dia, no court Phillipe Chatrier. Ordem dos jogos para amanhã, aqui.

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

publicado por Morais às 21:34
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Jankovic vence em Roma

A sérvia Jelena Jankovic venceu o torneio de Roma, categoria Tier I (a mais importante depois dos Grand Slam), disputado, esta semana, nos courts do Foro Itálico. Jankovic derrotou na final a russa Svetlana Kuznetsova, por 7-5 e 6-1, tirando, assim, o devido partido da ausência, por lesão, da belga nº1 mundial Justine Henin, sua "carrasca" nos anteriores torneios. Henin vencera a sérvia nas meias-finais de Varsóvia, há duas semanas atrás, tendo voltado a repetir o feito nos quartos-de-final, em Berlim, na passada semana, sempre em três apertados sets. "Sabem porque venci o torneio? Porque Henin não esteve cá", brincou Jankovic. "Ela é uma jogadora incrível, é sempre muito duro jogar contra ela e nunca a ter conseguido vencer (perdeu 5 vezes, sempre em três partidas) torna as coisas ainda mais difíceis. Tenho de vencê-la uma vez e, depois, tudo será mais fácil, acredito".

Certo é que, com Henin ou sem Henin, Jankovic venceu e convenceu, terminando o torneio sem ceder qualquer set  e afirmando-se como uma jogadora a ter em conta para o segundo torneio do Grand Slam da temporada, Roland Garros, com início marcado para o próximo dia 28 de Maio.

publicado por Morais às 21:21
link do post | comentar | favorito

.Visitas

blogs SAPO