.posts recentes

. Aconteceu esta semana (28...

. Fotos Open da Austrália

. Masters Cup - Resumos

. Federer, o meste dos mest...

. A segunda consecutiva

. Tennis Masters Cup - Sort...

. Gasquet é o oitavo

. Passing-shots

. A decorrer - loucos por X...

. ATP e WTA - Torneios da s...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Quinta-feira, 30 de Agosto de 2007

US Open - Dia 3 em imagens

Bela vista do exterior do court Arthur Ashe, ontem, antes do jogo de Rafael Nadal

 

Rafael Nadal teve um dia bem difícil. Bateu o qualifier Alun Jones, mas teve de suar muito para se impor, por 7-5, 3-6, 6-4 e 6-1.

 

Já o russo Mikhail Youzhny quase nem chegou a aquecer. "Cilindrou" o francês Devilder: 6-0, 6-1 e 6-2.

 

O veterano Tim Henman contrariou as previsões, vencendo Dmitry Tursunov apenas pela 2ª vez em 7 confrontos, e adiou o adeus à modalidade em provas ATP.

 

O russo Marat Safin desenvencilhou-se do canadiano Frank Dancevic, ultimamente muito inspirado, em três renhidas partidas: 7-5, 7-6(7-5) e 7-6(9-7).

 

Teimurasz Gabashvili foi a surpresa do dia. E que prazer foi vê-lo jogar! Derrotou Fernando Gonzalez, num jogo de bombardeiros, em 5 sets. Venceu os dois primeiros e o último, impedindo a reviravolta de Gonzalez.

 

Gonzalez volta, assim, a fraquejar num torneio do Grand Slam. Depois da final na Austrália, apenas 2 vitórias em 5 partidas, em eventos desta categoria.

 

No lado feminino, Justine Henin voltou a impor-se com grande tranquilidade. A búlgara Pironkova foi presa fácil, sobretudo na segunda partida. No final: 6-4 e 6-0.

 

Ana Ivanovic continua a encantar. Venceu Aravane Rezai, por 6-3 e 6-1 e segue para a terceira ronda.

 

Também Venus Williams esteve bem, vencendo Ioana Raluca-Olaru, por 6-4 e 6-2.

 

Já nos encontros nocturnos, foi a vez de Roger Federer e Serena Williams exibirem credenciais.

 

Roger Federer, ontem a actuar de negro, bateu, sem dificuldade, o chileno Paul Capdevile, por 6-1, 6-4 e 6-4.

 

Serena Williams, por seu turno, teve de suar um pouco mais, mas a italiana Maria Elena Camerin não esteve à altura das grandes ocasiões de que dispôs, cedendo em dois parciais.

 

A perícia dos apanha-bolas...

 

Resultados do dia 3 - Singulares masculinos; Singulares femininos

Ordem dos jogos do dia 4

 

p.s.: comentários inseridos nas fotos

 

publicado por Morais às 10:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

Wimbledon - Dia 5 em imagens

Estes foram os protagonistas do quinto dia do torneio de Wimbledon, fazendo a sua aparição num dos courts do All England Club. Depois de um momento de descontracção, foram retirados do recinto e a partida pôde prosseguir. 

O suíço Roger Federer jogou com o russo Marat Safin, no encontro mais aguardado do dia. Sabia-se do perigo que Safin poderia ser, mas foi Federer quem sorriu no final da contenda. 

Safin exasperado, no decorrer do duelo com o nº1 mundial. 

 Andy Roddick recorreu a toda a sua garra para recuperar da desvantagem no terceiro set do encontro que o opunha ao espanhol Fernando Verdasco. O americano consegui vencer, em apenas três partidas.

 Tommy Haas venceu, demonstrando apurada forma, o russo Dmitry Tursnunov e vai agora enfrentar Roger Federer, na tentativa de apurar-se para os quartos-de-final.

 Juan Carlos Ferrero, depois de ter entrado a perder neste torneio (o checo Jan Hajek roubou-lhe os dois sets iniciais no embate da primeira ronda), está agora a adquirir a sua melhor forma e está já nos oitavos-de-final, onde defrontará o sérvio Janko Tipsarevic.

 No duelo mais espectacular do dia, aquele que opôs Fernando Gonzalez (foto) a Janko Tipsarevic (o tal que defrontará Ferrero), houve muita emoção (terminou a 8-6(!) na "negra"), aliada a pontos espectaculares, factos que tornaram este encontro num dos mais vistosos da semana.

 Tipsarevic levou a melhor e apurou-se, pela primeira vez na carreira, para os oitavos-de-final de um torneio do Grand Slam.

 Gonzalez, favorito à partida, descarregou toda a sua frustração na hora da derrota. O chileno perdeu uma boa oportunidade de, pelo menos, igualar o seu melhor registo aqui em Wimbledon (QF).

 No sector feminino, a surpresa do dia foi a americana Laura Granville, que derrotou a ex-campeã (1997) Martina Hingis, em pouco mais de uma hora.

 Hingis foi mais uma vítima do "cemitério dos campeões" (nome atribuído ao court 2 do complexo) e, no final, mostrou-se arrependida de ter jogado Wimbledon, por ainda não se encontrar totalmente recuperada da lesão na anca que tem vindo a afectar a sua temporada.

 A eslovaca Daniela Hantuchova carimbou a passagem à quarta ronda, livrando-se da sempre difícil Katarina Srebotnik. No entanto, seguidamente defrontará a mais nova das irmãs Williams, Serena, num encontro de elevado grau de dificuldade.

 Também Jelena Jankovic passou à fase seguinte, mas, desta feita, com grandes dificuldades. Derrotou a checa Lucie Safarova, em três renhidos sets.

 Quem tem surpreendido e muito é Patty Schnyder. A suíça nunca antes tinha passado da terceira ronda, mas este ano, com três vitórias na "negra", já está nos oitavos-de-final. Até onde poderá ir esta talentosa esquerdina?

 

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

Ordem dos jogos - Dia 6

 

publicado por Morais às 21:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

Wimbledon - Dia 3 em imagens

Novo dia em Wimbledon e, à partida, as previsões quanto ao tempo não eram famosas. Como pode ver-se, foram prevenidos os espectadores britânicos, bem acostumados ao clima detestável do país.

E, com efeito, foi muita a água que caiu. Os espectadores tiveram de abrigar-se da maneira possível desta chuva que, a partir do meio da tarde londrina, não deu tréguas.

 Andy Roddick, um dos primeiros a entrar em acção, conseguiu, no entanto, escapar à intempérie e derrotou o tailandês Danai Udomchoke, em três partidas.

 Quem também seguiu em frente foi Fernando Gonzalez. O chileno, bem habituado à relva de Wimbledon, foi mais forte que o colombiano Alejandro Falla.

 Já o "branquinho" Roger Federer viu a sua partida ser interrompida, em definitivo, por volta das 16h, numa altura em que liderava, confortavelmente, o encontro que o opunha ao argentino Juan Martin del Potro. Bem encaminhado, então, para a sua 50ª vitória consecutiva sobre a superfície de relva.

 O britânico Tim Henman também entrou em court, mas apenas por breves minutos, dado que o seu encontro da segunda ronda, contra o espanhol Feliciano Lopez, foi interrompido quando o marcador mostrava um 1-1 no primeiro parcial.

 No lado das senhoras, Justine Henin carimbou passaporte para a terceira ronda, derrotando a russa Vera Dushevina, por 6-0 e 6-4.

Martina Hingis, depois de ter estado à beira da eliminação aqui, conseguiu ontem uma confortável vitória.

Contrariamente, Serena Williams voltou a sentir dificuldades. No entanto, a americana encontra sempre uma maneira de ultrapassá-las e, desta feita, foi a australiana Alicia Molik quem ficou pelo caminho.

 Também Ana Ivanovic seguiu em frente, mas para a segunda ronda, vencendo, num dos encontros em atraso, Melinda Czink, por 6-0 e 7-6(7-3).

 A irmã mais nova de Marat Safin, a russa Dinara Safina, garantiu igualmente presença na segunda ronda, depois de uma difícil vitória sobre a ucraniana Kateryna Bondarenko. Vai agora defrontar a japonesa Akiko Morigami.

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

Ordem dos jogos para o 4º dia 

 

publicado por Morais às 19:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 26 de Junho de 2007

Wimbledon - Dia 1 em imagens

Como é já tradição, num torneio de tradições, a chuva voltou a aparecer e fez alguns estragos no primeiro dia de torneio.

Ainda assim, quase 14 mil espectadores encheram por completo as bancadas do court central, para assistir ao encontro do campeão em título, o primeiro de todos, como manda a tradição.

E já que falamos de tradição, Roger Federer cumpriu com a obrigação (tradição, a quanto obrigas) e vestiu-se a rigor, todo de branco. Os jogadores são obrigados a usar pelo menos 70% de roupa de cor branca.

Mais a sério, o suíço nº1 mundial, não facilitou e mostrou que estava ali era para despachar o assunto rapidamente. Venceu o azarado Teimuraz Gabashvili, por 6-2, 6-4 e 6-3.

Quem também resolveu bem o seu encontro da primeira ronda foi o norte-americano Andy Roddick, que derrotou, por 6-1, 7-5 e 7-6(7-5) o seu compatriota...

Justin Gimelstob, que bem se esforçou, de nada lhe valendo, contudo, as imitações de Boris Becker. Na foto, o famoso vólei em suspensão, que tão bem executava o alemão.

Fernando Gonzalez foi outro dos apurados para a segunda ronda. Apesar das maiores dificuldades sentidas, voltou a derrotar o americano Robby Ginepri, como fizera em Queen's, há duas semanas atrás.

No plano feminino, Justine Henin livrou-se facilmente da adversária da primeira ronda, vencendo por claros 6-3 e 6-0.

Já o mesmo não pode dizer Martina Hingis, que teve de suar muito para bater a inglesa Naomi Cavaday, salvando pelo meio dois match-points. No final, a vitória sorriu à suíça, por 6-7(1-7), 7-5 e 6-0.

Patty Schnyder apanhou também por um grande susto, frente à francesa Camille Pin, saindo vitoriosa apenas na terceira partida e por 8-6!

Por fim, o favorito da casa, Tim Henman, não pôde concluir o encontro mais esperado do dia, frente a Carlos Moya, apesar de ter disposto de quatro pontos para fazê-lo. Aqui, a sua resposta ao serviço típica de direita.

Moya, um especialista em terra batida, aguentou-se bem e levou a decisão do encontro para o segundo dia de prova.

Isto porque, ao fim de mais de 3 horas de encontro, não havia luz suficiente para prosseguir. Ambos estiveram de acordo neste aspecto, quando o resultado fixava 5-5 na "negra".

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

publicado por Morais às 15:30
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Roland Garros - 3º dia

 

Assim, sim! Depois de dois dias marcados pela chuva, hoje o sol apareceu em força na cidade de Paris. Em contraponto com as anteriores jornadas, hoje jogaram-se 82(!) encontros (7 incompletos) em 18 courts diferentes (ao contrário dos 16 habituais), tivemos Nadal e Federer em acção, houve muito e bom ténis, emoção, supresas, confirmações...enfim, uma verdadeira jornada de ténis, pela qual já muitos suspiravam.

 

Começando pelo quadro masculino, natural referência aos jogos que envolveram os dois melhores jogadores mundiais e grandes favoritos à conquista da vitória final no torneio. Roger Federer concluiu o seu encontro frente ao "limpa-pára-brisas" Michael Russell, vencendo e convencendo, por 6-4, 6-2 e 6-4, frente a um aguerrido jogador norte-americano que corre muitos quilómetros (milhas, para eles) em cada partida. Com grande classe, Federer transita para a segunda ronda e vai agora defrontar o talentoso francês Thierry Ascione; quanto a Rafael Nadal, o espanhol passou por apuros no seu encontro frente ao promissor argentino Juan Martin del Potro, nomeadamente na primeira partida. O tenista das "pampas" entrou claramente mais motivado, depois de se ter confirmado que Nadal afinal não é imbatível em terra batida, e esteve mesmo muito perto de conquistar um primeiro parcial onde exibiu toda a sua categoria, disparando autênticos mísseis de fundo do court que tornaram muitas das defesas de Nadal inglórias. No entanto, quando serviu para fechar a 5-3, desperdiçou um vólei fácil a 30-30 e permitiu a Nadal reentrar em jogo. O espanhol não mais lhe permitiu qualquer veleidade e, não obstante o exagerado número de erros não forçados (33) que cometeu, venceu, ao cabo de 2h19m, por 7-5, 6-3 e 6-2.

 

Nos restantes encontros, destaque para as vitórias categóricas do cipriota Marcos Baghdatis (acima, à esquerda) sobre o francês Sebastien Grosjean (6-3, 6-2 e 6-4) e do croata Ivan Ljubicic (à direita) sobre o jogador da casa, Arnaud Clement (6-1, 7-5 e 7-6(7-2)).

  

No capítulo das surpresas, os vencedores do dia foram o "robot" checo Radek Stepanek, namorado de Martina Hingis (acima, à esq.), que derrotou de forma incrivelmente fácil o chileno Fernando Gonzalez (6-2, 6-2 e 6-4), o "gigante" croata Ivo Karlovic (acima, à dir.), vencedor de um desinspirado James Blake, e o russo Igor Andreev (ao centro), que não fez mais que confirmar o mau momento que atravessa Andy Roddick, derrotando-o por 3-6, 6-4, 6-3 e 6-4. Roddick terá agora de aguardar pela temporada de relva para reentrar no trilho das vitórias. 

Não menos meritórias foram as vitórias do renascido checo Bohdan Uhlirach, que esteve ausente dos courts por dois anos, devido a um erro processual do ATP num caso de doping, e do letão Ernest Gulbis, que "humilhou" o veterano Tim Henman (na foto, acima). O jogador britânico está em clara fase descendente de uma carreira onde poderia ter atingido melhores resultados (nomeadamente na relva de Wimbledon) e parece avizinhar-se um fim próximo, talvez já no "seu" Wimbledon, no mês de Junho. Por último, notas de realce para David Nalbandian e Philipp Kohlschreiber. O primeiro, arredado das pistas, por opção, desde há mais de um mês, venceu, em quatro sets o coreano Hyung Taik-Lee e, pese embora a curta temporada de preparação para este torneio, poderá ser um perigoso outsider, dada a sua regularidade e a capacidade de se superar nos grandes eventos; o segundo, venceu o encontro mais longo do dia, por, imagine-se, 17-15(!) na quinta partida. Tal só é possível, porque em Roland Garros não há tie-break na partida decisiva, tal como acontece em Wimbledon e no Open da Austrália.

  

Passando agora ao quadro feminino, há que dizer que o dia foi bem menos agitado que o masculino. Primeiro, jogaram-se apenas 22 encontros (contra 60 masculinos) e, depois, as principais favoritas seguiram em frente, com excepção da russa Nadia Petrova (foto à esq.), que, claramente limitada em termos físicos por uma arreliadora lesão nas costas, sucumbiu face à agressividade posta em court pela checa Kveta Peschke, perdendo por 5-7, 7-5 e 6-0. Já a sérvia Jelena Jankovic (ao centro), uma das fortes candidatas à vitória final, levou de vencida a francesa Stéphanie Foretz (6-2 e 6-2) e a russa Elena Dementieva (à dir.) impôs-se à teenager alemã Angelique Kerber, por fáceis 6-3 e 6-2.

Para amanhã, espera-se um dia bem mais calmo, agora que está recuperado grande parte do atraso devido às duas jornadas iniciais. Destaque para a entrada em cena de Maria Sharapova e Svetlana Kuznetsova e para os regressos de Justine Henin e Serena Williams ao court, isto no plano feminino. No lado dos homens, natural destaque para o encontro de Roger Federer, o último do dia, no court Phillipe Chatrier. Ordem dos jogos para amanhã, aqui.

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

publicado por Morais às 21:34
link do post | comentar | favorito

.Visitas

blogs SAPO