.posts recentes

. Contrastes

. Ténis espectáculo

. Actualidade

. Análise das polls - Vence...

. Aconteceu esta semana (28...

. Bolamarela - Crónica de C...

. Karatantcheva imparável

. Poll Sampras

. Fotos Open da Austrália

. Ainda o Open da Austrália...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Terça-feira, 5 de Junho de 2007

Roland Garros - 10º dia

Décimo dia do torneio, dia de quartos-de-final nos quadros feminino e masculino. E se no masculino apenas ficou determinado um dos encontros das meias-finais, no feminino jogaram-se todas as partidas relativas àquela fase e estão definidos, portanto, os dois encontros das semi-finais.

 

Justine Henin festeja a excelente vitória de hoje

 

No jogo mais aguardado do dia, a belga Justine Henin afirmou-se como a maior candidata à vitória final ao derrotar a norte-americana Serena Williams, uma das mais poderosas tenistas do circuito WTA. A belga venceu por 6-4 e 6-3, num encontro que controlou com relativa facilidade, tendo sabido anular muito bem o agressivo jogo de Serena e tomar a iniciativa em quase todos os pontos. E quando não o conseguia defendia-se bravamente, obrigando sempre a americana a bater uma bola mais. Como se sabe, quando tal acontece, quase invariavelmente uma das bolas acaba na rede ou para lá dos limites do court.

 

Jankovic em acção no dia de hoje

 

Na próxima ronda, a adversária de Justine será a "in-form" sérvia Jelena Jankovic, que se desenvencilhou da sempre complicada checa Nicole Vaidisova. No final de uma mal jogada, mas muito disputada partida, a vitória sorriu a Jankovic por 6-3 e 7-5. Uma partida que se decidiu em detalhes, nomeadamente no aproveitamento dos pontos de break e no número de erros não forçados. Nesse capítulo, Jankovic revelou maior acerto e marcou a diferença, para conquistar uma importante vitória e repetir uma presença nas meias-finais de um torneio do Grand Slam (conseguida no US Open, em 2006).

 

Alegria bem patente no rosto de Sharapova

 

A meia-final da parte inferior do quadro oporá a surpreendente russa Maria Sharapova à sérvia Ana Ivanovic. A russa venceu a sua compatriota Ana Chakvetadze para atingir, pela primeira vez na carreira, esta fase de um torneio que confessa não apreciar. Chegou mesmo a afirmar, a meio da passada semana, sentir-se como "uma vaca no gelo" quando aqui joga. Certo é que terá boas possibilidades de ir mais longe, ainda que o favoritismo recaia, sem dúvida, sobre Ivanovic, que hoje "atirou" para fora do torneio a finalista do ano transacto, Svetlana Kuznetsova.

 

Ana Ivanovic está, pela primeira vez, nas meias-finais

 

Feitas as contas finais, poderemos até ter uma final totalmente falada em sérvio, mas a aposta recairá num Henin-Ivanovic para o próximo Sábado, dia de todas as decisões.

 

Federer venceu e convenceu

 

No quadro masculino, definiu-se, como já aqui foi dito, a meia-final da parte superior, que terá como intervenientes o suíço Roger Federer e o russo Nikolay Davydenko. Federer jogou hoje uma grande partida de ténis, sabendo superiorizar-se a um Robredo em estado de graça. O momento chave terá sido aquele início de terceiro set (7-5, 1-6 nos dois primeiros) em que Robredo, vindo de um segundo espectacular, teve dois pontos de break logo no jogo de abertura, mas não soube aproveitar. Federer esteve melhor aí nessa fase decisiva e não mais concedeu grandes oportunidades ao espanhol, vencendo essa e a partida seguinte, por 6-1 e 6-2.

 

Davydenko exulta com a vitória de hoje

 

Quanto a Davydenko, o russo foi demasiado sólido para um Gullermo Cañas de quem se esperava um pouco mais. É certo que o argentino repetiu aqui as suas duas melhores prestações no torneio (2002 e 2005), mas esperava-se maior réplica face a um adversário com o qual havia perdido apenas um de quatro confrontos.

 

Cañas foi incapaz de superiorizar-se a Davydenko

 

Davydenko tem exibido um ténis surpreendentemente variado e bonito, mas é conhecido por falhar em momentos-chave. Acontecerá de novo ou poderá o russo bater o pé a Roger Federer? Na próxima sexta-feira saberemos mais!

Para amanhã estão, então, guardados os outros encontros dos quartos-de-final do quadro masculino. Rafael Nadal defronta o seu conterrâneo, ídolo e mentor, Carlos Moya, num encontro entre espanhóis, e Igor Andreev medirá forças com Novak Djokovic. Programa do dia.

 

Resultados do dia:

 

Singulares masculinos

Singulares femininos

 

publicado por Morais às 23:23
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.Visitas

blogs SAPO