.posts recentes

. Contrastes

. Ténis espectáculo

. Actualidade

. Análise das polls - Vence...

. Aconteceu esta semana (28...

. Bolamarela - Crónica de C...

. Karatantcheva imparável

. Poll Sampras

. Fotos Open da Austrália

. Ainda o Open da Austrália...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Entrevista a Nuno Marques

Nuno Marques, aqui em acção no Vale do Lobo Grand Champions de 2006

O Nuno Marques jogador foi, indubitavelmente, um dos melhores (se não o melhor) tenistas portugueses de sempre, tendo sido o único a lograr uma entrada no top-100 -foi 86º em Setembro de 1995- do ranking mundial ATP. 

E o Nuno Marques treinador, fruto do excelente e meritório trabalho que tem vindo a desenvolver, parece estar também no caminho do sucesso, tendo anteontem visto, pela primeira vez na sua ainda curta carreira, um pupilo seu sagrar-se campeão nacional, no caso Francisco Ramos, na categoria de sub-14. Em entrevista ao jornal O Jogo, Nuno Marques aceitou falar do ténis em Portugal, em particular do que concerne aos mais jovens e às condições que existem para que estes possam singrar no ténis mundial. Abaixo deixo o link para a tal entrevista, bem como um outro, muito interessante, para uma entrevista que o mesmo Nuno Marques deu ao entretanto extinto blog Quarto Árbitro, há pouco mais de três anos atrás, entrevista essa em que falava, entre outras coisas, das promessas do ténis português de então. Naturalmente, nomes como Leonardo Tavares, Frederico Gil ou Frederico Marques vieram à baila. Do primeiro, dizer que estará a passar ao lado de uma carreira promissora, em virtude das inúmeras lesões que o têm afectado; o segundo todos nós conhecemos bem e é, actualmente, o melhor português no circuito ATP, fruto de uma consistência notável; já o terceiro, Frederico Marques, apesar do apelido ser de campeão, não conseguiu nunca afirmar-se, nem mesmo a nível interno. Será, agora, interessante ver aquilo de que será capaz este Francisco Ramos, sabendo que não será por falta de orientação de qualidade que não chegará bem longe.

Duas conversas com um dos nomes mais respeitáveis do ténis português, cuja opinião tem um valor acrescido por tudo o que o portuense teve de passar enquanto construiu a sua carreira tenística.

 

Jornal "O Jogo" - 2007

Blog "Quarto Árbitro" - 2004

 

publicado por Morais às 11:52
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.Visitas

blogs SAPO