.posts recentes

. Contrastes

. Ténis espectáculo

. Actualidade

. Análise das polls - Vence...

. Aconteceu esta semana (28...

. Bolamarela - Crónica de C...

. Karatantcheva imparável

. Poll Sampras

. Fotos Open da Austrália

. Ainda o Open da Austrália...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

Sábado, 22 de Setembro de 2007

E o sonho continua...

Michelle Brito está a dar cartas em terras norte-americanas

Michelle Brito está nas meias-finais do torneio ITF de Albuquerque. Desta feita, a portuguesa não necessitou sequer de jogar para atingir tal fase, uma vez que a sua adversária dos quartos-de-final, a americana de ascendência usbeque, Varvara Lepchenko, não compareceu ao encontro, devido a supostos problemas estmacais. Michelle ganhou, assim, um dia de descanso, antes de defrontar, hoje, às 18h portuguesas, a paraguaia Rosana de los Rios, ex-51ª do ranking WTA, em mais um duro teste nesta sua quarta prova do calendário mundial.

Caso volte a supreender, vencendo a paraguaia, garantirá uma entrada directa para o top-330 do ranking mundial(!); caso contrário, passará a ocupar o lugar 365 (ou bem próximo disso) da hierarquia feminina, já a partir da próxima segunda-feira. Notável!

 

publicado por Morais às 15:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Taça Davis - Portugal em maus lençóis

Gastão Elias surpreendeu pela positiva, mas não conseguiu superar Robin Haase e deixou Portugal a perder por 0-2.

Já se sabia difícil a missão portuguesa em Roterdão. E agora, ao fim do primeiro dia de competição, com um 2-0 desfavorável aos comandados de Pedro Codeiro, parece ter-se tornado impossível vergar esta selacção holandesa e garantir a permanência no Grupo I da Zona Euro-africana da Taça Davis.

Ontem, no primeiro singular, Frederico Gil demonstrou pouco da forma que o fez vencer em Sevilha e caiu, facilmente, às mãos de um experientíssimo Raemon Sluiter, por 6-2, 6-1 e 6-3, colocando Portugal a perder por 1-0 e dando indicadores preocupantes a uma selecção que depende muito do seu mais bem cotado tenista.

Para o segundo singular, e em virtude da lesão de Leonardo Tavares, Gastão Elias foi o jogador escalonado para o confronto com Robin Haase. E se o favoritismo claro do holandês, 104º jogador mundial, pareceu ter pesado muito na performance de Gastão nos dois primeiros parciais, o "Pepe" da Lourinhã soltou-se mais e acabou, surpreendentemente, por vencer os dois sets seguintes -6-2 e 7-5. No entanto, a maior experiência e frescura física de Haase foram determinantes na "negra", acabando por conduzi-lo à vitória final, com um concludente 6-2.

Hoje, terá lugar o encontro de pares, com a dupla Frederico Gil / Gastão Elias a tentar relançar os portugueses na disputa de uma eliminatória que parece já quase perdida. Mas a esperança é a última coisa a morrer...

 

publicado por Morais às 12:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 21 de Setembro de 2007

Michelle continua a surpreender

O sonho continua...

A portuguesa Michelle Brito continua a dar muito boa conta de si no circuito sénior ITF/WTA. Em Albuquerque (EUA), no ITF de 75000$ local, a tenista lusa apurou-se para os quartos-de-final do evento, à custa da croata Jelena Pandzic, uma jogadora que figura no 539º posto do ranking mundial, mas que havia eliminado a primeira cabeça-de-série da prova e chegava a este confronto com um saldo de 40 vitórias e 3 derrotas na presente época. Os parciais de 6-1, 3-6 e 6-1 não deixam dúvidas quanto à vitória de Michelle, que, assim, continua a surpreender pela positiva, sobretudo depois da medíocre campanha de Verão realizada no escalão júnior.

Na próxima ronda, a portuguesa enfrentará um duro teste, uma vez que a sua adversária, a americana Varvara Lepchenko, é a quinta cabeça-de-série da prova e a actual 151ª do ranking mundial. Ainda assim, se continuar a jogar ao seu melhor nível, Michelle terá boas hipóteses de vencer ou, pelo menos, criar enormes dificuldades a Lepchenko. 

Em caso de vitória e consequente apuramento para as meias-finais, entra directamente para bem dentro do top-400 da hierarquia feminina; em caso de derrota, tem garantida uma posição a rondar a 405ª. Bem bom, atendendo à sua tenra idade (14 anos)!

Por fim, uma nota para Frederica Piedade, que esteve também em prova. Perdeu, ontem, frente à brasileira Jenifer Widjaja, oitava cabeça-de-série, por 6-2 e 6-4.

 

publicado por Morais às 22:21
link do post | comentar | favorito

O adeus de Morariu

Corina Morariu, no US Open'07, o torneio da despedida

Despediu-se dos courts a protagonista de um dos mais impressionantes comebacks do ténis mundial.

Depois de se ter tornado profissional, em 1994, aos 16 anos, Corina Morariu viveu algumas épocas de sucesso pessoal, sobretudo na variante de pares, chegando a vencer o mítico torneio de Wimbledon, em 1999, ao lado da sua "irmã" Lindsay Davenport, e a atingir o posto de nº1 do ranking mundial.

No entanto, em 2001, começaria o maior pesadelo da sua vida. Em Maio desse ano, foi-lhe diagnosticada leucemia em estado avançado, pelo que teve de iniciar tratamento imediato, pendurando temporariamente (na altura não se suspeitava se o seria efectivamente) as raquetes. Lutou arduamente, durante um ano, para ultrapassar a doença e, finalmente, acabou por consegui-lo, arranjando ainda forças para regressar ao circuito mundial e, dessa forma, "retribuir todo o carinho e apoio que foi manifestado por colegas e amigos". Uns meses depois, em Setembro de 2002, actuaria numa sessão nocturna do US Open, num Arthur Ashe repleto e seria ovacionada por milhares de espectadores, naquela que a própria atleta descreve como "a mais bela memória" que leva da sua passagem pelo mundo do ténis.

Em Setembro deste ano, e depois de 5 épocas em que quase só actuou na variante de pares, com algum sucesso, resolveu pôr fim a uma carreira que começava a ser fustigada pelas constantes lesões. Despediu-se, nos quartos-de-final do torneio de pares femininos do US Open, frente ao seu público querido. Para trás ficam 12 épocas de profissionalismo, um título de singulares e treze de pares e uma bela lição de vida.

 

publicado por Morais às 20:01
link do post | comentar | favorito

Torneios da semana

Ainda que muito atrasada, aqui fica a informação relativa aos torneios que se estão a disputar esta semana, quer no circuito ATP, quer no WTA.

 

Torneios ATP - Não se realiza nenhum evento, em virtude da disputa de diversas eliminatórias da Taça Davis, mormente as meias-finais da competição, bem como os play-off de subida / descida de divisão.

 

Torneios WTA - Beijing, Kolkata e Portoroz, numa semana bem fértil em eventos WTA.

 

publicado por Morais às 19:46
link do post | comentar | favorito

Rússia x 3

Da esquerda para a direita: Elena Vesnina, Anna Chakvetadze, Shamil Tarpischev, Nadia Petrova e Svetlana Kuznetsova.

Sem espinhas. Assim pode caracterizar-se a categórica vitória da selecção russa, sobre a sua congénere italiana, na final da Fed Cup 2007.

Actuando perante o seu público, no Small Sports Arena "Luzhniki", em Moscovo, as russas confirmaram o favoritismo com que partiam para esta final e nem Francesca Schiavone, heroína italiana na semi-final, foi capaz de conquistar um ponto que fosse a favor das italianas. Desta forma, o resultado final cifrou-se em 4-0, isto porque ambas as equipas optaram mesmo por nem disputar a contenda de pares, a última, -ao contrário do que sucede na Taça Davis-, de cada eliminatória.

No primeiro encontro, Anna Chakvetadze, recente semi-finalista do US Open, impôs-se a Francesca Schiavone, por 6-4, 4-6 e 6-4, colocando, desde logo, um duro entrave às esperanças italianas, que assentavam, quase na totalidade, na capacidade de superação de Schiavone nestas alturas. E as coisas pioraram ainda mais quando Svetlana Kuznetsova "cilindrou" Mara Santangelo (6-1 e 6-2) na segunda partida, colocando as russas a vencer por 2-0 no final do primeiro dia.

Ainda assim, em caso de vitória de Schiavone no terceiro embate da final, tudo ficaria novamente em aberto e as italianas voltariam a poder sonhar. No entanto, a grande estrela da equipa fraquejou, frente a Kuznetsova, desperdiçando a oportunidade de relançar as italianas na tentativa de conquistar a segunda Fed Cup consecutiva e entregando de bandeja a vitória à poderosa selacção russa.

Já com tudo decidido, houve ainda lugar à realização da partida entre Elena Vesnina e Mara Santangelo, com a vitória a sorrir à tenista de leste, por concludentes 6-2 e 6-4.

Esta foi a terceira vitória da Rússia na mais famosa competição mundial feminina por equipas, repetindo as vitórias de 2004 (Moscovo) e 2005 (Paris) e reafirmando o poderio do ténis de leste no circuito feminino.

 

Final da Fed Cup 2007

R1 - A.Chakvetadze (RUS) vs. F.Schiavone (ITA): 6-4, 4-6 e 6-4

R2 - S.Kuznetsova (RUS) vs. M.Santangelo (ITA): 6-1e 6-2

R3 - S.Kuznetsova (RUS) vs. F.Schiavone (ITA): 4-6, 7-6(7) e 7-5

R4 - E.Vesnina (RUS) vs. M.Santangelo (ITA): 6-2 e 6-4

R5 - N.Petrova / E.Vesnina (RUS) vs. M.Santangelo / R.Vinci (ITA): não se disputou

 

publicado por Morais às 19:30
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

ITF de Albuquerque - Michelle em grande

Já era sabido que, fosse qual fosse o resultado do embate entre Michelle Brito e a australiana Christina Wheeler (nº 220 mundial), a contar para o torneio ITF de Albuquerque, a portuguesa iria passar a figurar, pela primeira vez, no ranking mundial feminino. No entanto, Michelle fez questão de provar que merece o lugar que irá ocupar (pelo menos dentro do top-500), vencendo a sua mais cotada adversária, por 6-3, 5-7 e 6-3, no jogo que encerrou o dia no court central do complexo tenístico local. Agora, segue-se a croata Jelena Pandzic, que eliminou a primeira cabeça-de-série da prova americana, Stephanie Dubois, em mais uma prova de fogo para a jovem promessa do ténis português.

 

Quadro ITF de Albuquerque - 75000$

 

publicado por Morais às 03:01
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Federer no Estoril Open'08

Foi a grande "bomba" da semana tenística, pelo menos no panorama nacional. Graças a João Lagos e à sua equipa, o sonho de trazer Roger Federer a Portugal, para actuar no Estoril Open'08, tornou-se realidade, conferindo, assim, uma nova dimensão à 19ª edição do evento português, sobretudo aos olhos das entidades governamentais, que tantos entraves têm colocado ao natural crescimento do maior torneio de ténis realizado no nosso país. 

Ao que tudo indica, o acordo terá sido fechado ainda antes do final do US Open deste ano, durante o qual se intensificaram as negociações com Roger Federer e o seu exigente staff, que já decorriam deste Junho/Julho passado. No entanto, João Lagos optou por manter sigilo sobre esta sua pequena "conquista", escolhendo o timing que mais lhe convinha para divulgá-la, provavelmente atendendo ao seu interesse em solucionar a questão da localização e da cotação do "seu" torneio, já a partir de 2008.

A nós, meros amantes da modalidade, nada mais nos interessa a não ser a possibilidade de, em Abril próximo, ver actuar ao vivo o actual incontestável nº1 do ranking mundial e um dos melhores jogadores da história do ténis.

 

publicado por Morais às 02:32
link do post | comentar | favorito

Super-mãe

Lindsay Davenport esteve simplesmente soberba neste regresso ao circuito

Lindsay Davenport foi mãe há três meses, tendo estado ausente do circuito nos últimos doze. Não obstante, estes factos não a impediram, aos 31 anos, de regressar aos courts e continuar a demonstrar um pouco da forma que fez dela uma das mais consagradas tenistas do planeta. Em Bali, na passada semana, não só venceu o torneio local, batendo, na final, a eslovaca Daniela Hantuchova (6-4, 3-6 e 6-3), como ainda derrotou uma das mais perigosas tenistas do circuito feminino pelo caminho, Jelena Jankovic, afirmando-se como uma perigosa outsider para este final de temporada. Sem dúvida, um regresso em cheio da californiana aos grandes palcos.

Agora, Davenport disputará o torneio de Beijing, conjuntamente com algumas das melhores tenistas do mundo. O quadro é muito forte e a luta pela vitória promete ser intensa. Conseguirá a americana continuar nesta senda vitoriosa?

 

Quadro final Bali'07

 

publicado por Morais às 01:48
link do post | comentar | favorito

Simon vence em Bucareste

Gilles Simon venceu e convenceu em Bucareste

O francês Gilles Simon conquistou, na passada semana, em Bucareste, o seu segundo título da temporada. Num torneio em que partia como 6ª cabeça-de-série, Simon aproveitou os deslizes dos mais sérios candidatos e foi cumprindo com a sua missão, jogo após jogo. Na final do evento, derrotou, por 4-6, 6-3 e 6-2, o surpreendente Victor Hanescu que, a jogar perante o seu público, se mostrou inspiradíssimo ao longo de toda a semana, não conseguindo, contudo, ultrapassar o derradeiro obstáculo ao triunfo final.

Com este título, Simon juntou mais 56000€ à sua conta pessoal e garantiu a subida ao 31º posto do ranking mundial ATP, a melhor classificação da sua carreira.

 

Quadro final Bucareste'07

 

publicado por Morais às 00:02
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

Gonzalez regressa às vitórias

Gonzalez voltou aos títulos em terras asiáticas

Quase dois anos depois de ter conquistado, em Basileia, o seu último título em eventos ATP, o chileno Fernando Gonzalez voltou a sentir o sabor da vitória, desta feita em Beijing, na China.

Num torneio em que passou, quase sempre, por grandes dificuldades -4 das 5 partidas que venceu foram à "negra"-, Gonzalez voltou a exibir algum do seu reconhecido poder de fogo, que lhe valeu uma final num torneio do Grand Slam (Open da Austrália) e muito protagonismo no início da presente temporada, mas que andava desaparecido há já algum tempo.

Com este título, "El bombardero de La Reina" levará para casa o troféu correspondente e um cheque no valor de 50000€, garantindo ainda um lugar provisório para a Masters Cup'07, a realizar em Xangai.

 

Quadro final Beijing'07

 

publicado por Morais às 13:03
link do post | comentar | favorito

Desactualizado

O blog não tem sido actualizado nos últimos dias. Pelo facto, peço desculpa aos poucos (mas bons) leitores do mesmo.
publicado por Morais às 12:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Visitas

blogs SAPO