Porto

.posts recentes

. Contrastes

. Ténis espectáculo

. Actualidade

. Análise das polls - Vence...

. Aconteceu esta semana (28...

. Bolamarela - Crónica de C...

. Karatantcheva imparável

. Poll Sampras

. Fotos Open da Austrália

. Ainda o Open da Austrália...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

.Stats

Sábado, 3 de Novembro de 2007

Passing-shots

Martina Hingis - A suíça ex-nº1 mundial colocou, aos 27 anos, um ponto final na sua próspera carreira. Hingis, vencedora de 5 torneios do Grand Slam, acusou positivo para cocaína, num controlo anti-doping realizado no passado torneio de Wimbledon. Na conferência de imprensa que serviu para comunicar o seu abandono, a suíça revelou ter "pouca motivação para batalhar contra as autoridades de luta contra o doping e alimentar a possibilidade de continuar a competir ao mais alto nível". Uma saída pela porta pequena...

 

Fernando Gonzalez - O chilheno garantiu a penúltima vaga disponível para a Masters Cup de Xangai. Apesar da fraca prestação em Paris, Gonzalez beneficiou do avanço que trazia, bem como da conjugação dos resultados dos seus mais directos adversários, para tornar-se no primeiro chileno, desde 1998, a apurar-se directamente para a prova que encerra a temporada no circuito ATP.

 

Romano Grillotti - O árbitro de cadeira italiano, um dos mais conceituados do circuito profissional, pôs fim a uma carreira de 23 anos. Chegado ao circuito em 1984, Grillotti arbitrou a final da Masters Cup de Hannover'99, entre Andre Agassi e Pete Sampras, naquele que foi o momento mais alto da sua carreira. Esteve também, entre outros, no célebre encontro entre Mark Philippoussis e Sjeng Schalken, em Wimbledon'00 (prolongou-se por 5h35m e terminou com um 20-18 no 5º set) e na final do Estoril Open de 2004, torneio ganho pelo argentino Juan Ignacio Chela.

 

Ivo Karlovic - Terminou, em Paris, a melhor temporada da ainda curta carreira do croata. Karlovic venceu três títulos do ATP Tour, em outras tantas superfícies, e terminou a época com 1318(!) ases em 65 partidas disputadas.

Apenas o seu compatriota Goran Ivanisevic conseguiu mais numa só temporada (1477), mas nem este foi capaz de atingir a média de 20.3 que Karlovic logrou por encontro. Notável!

 

publicado por Morais às 14:07
link do post | comentar | favorito
|

.Site amigo

Bolamarela

.Visitas

.Online

hit counter
blogs SAPO