Porto

.posts recentes

. Contrastes

. Ténis espectáculo

. Actualidade

. Análise das polls - Vence...

. Aconteceu esta semana (28...

. Bolamarela - Crónica de C...

. Karatantcheva imparável

. Poll Sampras

. Fotos Open da Austrália

. Ainda o Open da Austrália...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

.Stats

Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Anima-se a luta

Ranking ATP

1º Roger Federer    - 6630
2º Rafael Nadal       - 5980 (-650)
3º Novak Djokovic   - 5165 (-1465)

Pontos a defender até 31.03

Federer   - 380
Nadal      - 700
Djokovic  - 1035

Apesar de Federer ter mais pontos a defender até finais de Fevereiro, depois em Março tem um mês "tranquilo", em virtude das derrotas averbadas frente a Guillermo Cañas nas edições de 2007 dos Masters Series de Miami e Indian Wells.
O suíço continua assim em posição privilegiada para se manter no comando da hierarquia mundial, mas há muito não se viam diferenças tão reduzidas entre os três primeiros.

publicado por Morais às 15:02
link do post | comentar | favorito
|

Domingo Gordo para o ténis português




O ténis português saboreou ontem um dia de sucesso sem par. Com dois tenistas seniores em acção em duas provas internacionais esta semana, foram também dois os títulos conquistados.

Na Flórida, em Boca Raton, Gastão Elias entrou no quadro como o menos bem cotado, mas demonstrou o porquê de ser considerado uma das maiores esperanças do ténis português e mundial, tendo derrotado o nº203 mundial, Ilija Bozoljac, rumo ao seu segundo título em provas da categoria future.

Por seu lado, Neuza Silva actuou em Kaarst, na Alemanha, e venceu o torneio ITF local sem ceder um único set. A setubalense partiu para o evento como terceira cabeça-de-série e não defraudou as expectativas, praticando ténis muito sólido e exibindo uma inteligência táctica superior. Foi o nono título ITF conquistado pela portuguesa, que vai agora regressar ao top-200 mundial.

Um claro sinal de que ventos de mudança estão a atingir o ténis nacional...


p.s.: artigo publicado no site Livre Indirecto



publicado por Morais às 11:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Ténis português



Numa semana de emoções fortes também para o ténis português, recomendo que consultem os sites Bolamarela e Ténis em Portugal para mais informações. No primeiro é feito o acompanhamento dos seniores de maior renome (quadros incluídos) e no segundo é dado importante destaque também aos mais jovens praticantes do nosso país.


publicado por Morais às 18:51
link do post | comentar | favorito
|

O primeiro de "Nole"




Novak Djokovic
sagrou-se vencedor do Open da Austrália, primeira prova do Grand Slam da temporada, ao derrotar o francês Jo-Wilfried Tsonga, por 4-6, 6-4, 6-3 e 7-6(2).

Numa final arbitrada pelo português Carlos Ramos, Djokovic até perdeu um set, algo inédito nesta quinzena, mas acabou mesmo por superar o espectacular francês em quatro partidas, num jogo de emoções fortes e com intensa participação do público que encheu as bancadas da Rod Laver Arena.

Fruto do nervosismo de ambos os intervenientes, o primeiro parcial da final de hoje começou de forma incaracterística, com troca de breaks logo nos dois primeiros jogos.

No entanto, os dois jogadores acabariam por estabilizar emocionalmente e apenas voltaríamos a ter algum "drama" na recta final do set. A servir a 4-5, Djokovic facilitou, deixando Tsonga chegar aos 0-30 e, depois de uma boa recuperação até aos 30-30, viu o francês conseguir dois pontos verdadeiramente espectaculares e selar o triunfo nessa primeira partida, levando ao rubro a esmagadora maioria dos adeptos que presenciaram este embate.


A verdade é que, a partir de então, "Nole" não mais foi o mesmo, como que parecendo ter finalmente acordado. Muito consistente a servir, o sérvio soltou-se e começou a alternar direitas potentíssimas com bolas "spinadas" e a usar a sua esquerda versátil para fazer correr e muito o francês, obrigando-o a um jogo defensivo em que não se sente à-vontade.

Resultado: 6-4 devolvido, sem enfrentar um único ponto de break e aproveitando as poucas oportunidade que, ainda assim, Tsonga lhe concedeu.

Embalado pela vitória nesse segundo set, Djokovic arrancou definitivamente para a vitória. Quebrou o serviço do oponente logo no terceiro jogo da terceira partida e voltaria a repetir a "gracinha" quando este tentava desesperadamente manter-se vivo na luta pela mesma. Estava feito o 6-3.

Por esta altura, o exuberante Tsonga parecia algo desmoralizado e adivinhava-se um fim próximo. Felizmente, tal não veio acontecer e o quarto parcial ficou marcado pela supremacia de quem servia, pelo menos até aos 5-5.

É que, no 11º jogo, jogou-se o ponto que até podia ter marcado nova viragem no encontro: Djokovic serviu a 30-40 e um vólei mal executado deixou-o "pendurado" na rede, à mercê de Tsonga. No entanto, o francês não definiu bem a jogada e permitiu que o sérvio lhe adivinhasse os intentos, esgorando-se a oportunidade.


Minutos mais tarde, "Nole" vencia o primeiro torneio do Grand Slam da sua carreira, depois de um tie-break em que saltou à vista a diferença existente entre um jogador habituado às fases decisivas dos grandes torneios e outro a disputar apenas o seu quinto evento de categoria máxima no circuito mundial masculino.

p.s.: artigo publicado nos sites Livre Indirecto e Bolamarela


publicado por Morais às 17:38
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 26 de Janeiro de 2008

Sharapova vence Open da Austrália



Se antes deste Open da Austrália alguém perguntasse que possibilidades teria Maria Sharapova de conquistar o título, a resposta seria um quase unânime "não vai lá!". No entanto, duas semanas depois, a russa sai de Melbourne com o troféu (e o cheque de 820000€) na mão, graças a um percurso imaculado em que não cedeu um único set.

Sharapova ficou colocada numa metade de quadro fortíssima, que incluía jogadoras como Lindsay Davenport, Elena Dementieva, Justine Henin, Jelena Jankovic, Amélie Mauresmo e Serena Williams, entre outras. À excepção das duas últimas, Sharapova defrontou-as todas e não perdeu mais que quatro jogos frente a nenhuma. Impressionante!

Por fim, hoje, na partida de todas as decisões, levou de vencida Ana Ivanovic, num embate entre duas das mais belas tenistas do circuito mundial feminino. Em apenas dois parciais -7-5 e 6-3-, Sharapova superiorizou-se à sua adversária, denotando um maior à vontade nas potentes trocas de bola do fundo do court e exibindo uma destreza de movimentos nunca antes vista na russa.

Este passa a ser o terceiro título do Grand Slam constante do palmarés de Sharapova, depois das vitórias em Wimbledon'04 e no US Open'06. Quanto a Ivanovic, continua sem nenhum após duas finais disputadas (a outra foi em Roland Garros'07), mas tem potencial e não deverá tardar muito mais a conquistar o seu primeiro.

p.s.: artigo publicado no site Livre Indirecto
publicado por Morais às 14:28
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Open da Austrália - foto do dia 12




Novak Djokovic já vinha ameaçando tornar-se um caso muito sério neste Open da Austrália. E hoje comprovou que está em excelente forma, ao derrotar o número um mundial, Roger Federer, em apenas três sets, apurando-se para a final do evento australiano.
7-5, 6-3 e 7-6(5) foram os parciais de uma vitória assente num ténis de elevado nível aliado a uma concentração fantástica.
Desta feita, Djokovic não facilitou nos momentos-chave, como fizera frente a Federer no último US Open, e está a um pequeno passo de conquistar o seu primeiro título do Grand Slam.


publicado por Morais às 18:58
link do post | comentar | favorito
|

Ela está de volta!


Foto site Sesil Kratantcheva - www.sesil-karatantcheva.com

Sesil Karatantcheva está de regresso ao circuito profissional feminino. Após dois anos de ausência forçada, por motivos relacionados com o doping, a búlgara de 18 anos reentrou em cena no challenger de 25000$ de Surprise, disputado na passada semana.
Sem ranking, Karatantcheva foi obrigada a disputar um pre-qualifying para garantir um wildcard para o quadro de qualificação. Pois bem, 11 partidas depois, a ainda jovem búlgara saiu de Surprise com o título e a certeza de que em breve voltará a uma posição de destaque no cada vez mais exigente circuito WTA.
Recorde-se que, antes do caso de doping, em 2005, Karatantcheva chegou a ocupar a 35ª posição do ranking mundial, tendo atingido também os quartos-de-final de Roland Garros nesse mesmo ano.
Uma jogadora a seguir com atenção.

Quadro pre-qualifying Surprise'08
Quadro qualifying Surprise'08
Quadro principal Surprise'08

Site de fãs
Wikipedia

publicado por Morais às 15:35
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Open da Austrália - foto do dia 11




Inacreditável!  Apenas no antepenúltimo dia de prova aqui aparece Jo-Wilfried Tsonga. O francês tem sido o "showman" deste Open da Austrália e hoje voltou a surpreender, ao bater Rafael Nadal com enorme facilidade: 6-2, 6-3 e 6-2.
Aos 22 anos, Tsonga está a relançar uma carreira na sua fase inicial afectada por lesões e, não obstante o quadro difícil que tinha à partida, está já na final deste primeiro Grand Slam da temporada, tendo eliminado pelo caminho jogadores como Andy Murray, Mikhail Youzhny, Richard Gasquet e agora Rafael Nadal. Quem será o próximo?


publicado por Morais às 13:51
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Open da Austrália - foto do dia 10




Com a queda das duas principais cabeças-de-série, Ana Ivanovic passou a ser a tenista mais cotada em prova no Open da Austrália (está à frente da sua compatriota Jelena Jankovic no ranking mundial).
Já sabendo do sucedido antes de entrar em acção nos quartos-de-final, a sérvia não tremeu e superou a poderosa norte-americana Venus Williams, em apenas dois parciais: 7-6(3) e 6-4, dando uma clara prova de força às demais contendentes.


publicado por Morais às 16:00
link do post | comentar | favorito
|

Open da Austrália - foto do dia 9




Ao ataque! Um autêntico correctivo foi o que Maria Sharapova aplicou à belga, nº1 mundial, Justine Henin. A tenista oriunda da Sibéria esteve simplesmente soberba no encontro entre ambas, dando um festival de ténis atacante muito preciso, que redundou num 6-4 e 6-0 final. Inimaginável à partida, até porque Henin vinha de um série de 32 encontros sem conhecer a derrota e já não perdia um set por 6-0 desde Maio de 2002.


publicado por Morais às 15:43
link do post | comentar | favorito
|

Open da Austrália - foto do dia 8




Djokovic continua à espreita da sua primeira vitória num torneio do Grand Slam. O tenista sérvio tem exibido uma forma fantástica e, sem ceder qualquer set, está já nos quartos-de-final do evento australiano. A última vítima foi o tenista da casa, Lleyton Hewitt, que caiu em três sets: 7-5, 6-3 e 6-3.


publicado por Morais às 15:35
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Open da Austrália - foto do dia 7




David Nalbandian era tido como um dos mais sérios candidatos à vitória final neste Open da Austrália. Não obstante, o tenista argentino foi eliminado precocemente, caindo aos pés do espanhol Juan Carlos Ferrero. E se a derrota não era esperada...que dizer dos parciais: 6-1, 6-2 e 6-3?

publicado por Morais às 01:50
link do post | comentar | favorito
|

.Site amigo

Bolamarela

.Visitas

.Online

hit counter
blogs SAPO