Porto

.posts recentes

. Contrastes

. Ténis espectáculo

. Actualidade

. Análise das polls - Vence...

. Aconteceu esta semana (28...

. Bolamarela - Crónica de C...

. Karatantcheva imparável

. Poll Sampras

. Fotos Open da Austrália

. Ainda o Open da Austrália...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.pesquisar

 

.links

.Stats

Terça-feira, 30 de Outubro de 2007

Murray pisca o olho a Xangai

Andy Murray não desaproveitou a oportunidade de colar-se aos mais sérios candidatos à presença na Masters Cup de Xangai

Está ao rubro a luta pelos dois lugares ainda disponíveis para a Masters Cup de Xangai deste ano.

O escocês Andy Murray, que passou grande parte do Verão a debelar uma lesão no pulso, parece ter reencontrado a sua melhor forma e afigura-se como um sério candidato a ocupar uma das vagas para a competição que encerra a época no ATP Tour, isto depois de se ter sagrado vencedor do Open de São Petersburgo.

No derradeiro encontro do evento russo, o escocês "cilindrou" o espanhol Fernando Verdasco -disputou a sua primeira final num piso que não a terra batida-, vencendo com clareza, por 6-2 e 6-3.

Com este título, o terceiro da sua carreira, Murray passou a somar 326 pontos na ATP Race, colando-se ao alemão Tommy (329) e apimentando ainda mais a semana tenística, cujo foco de interesse estará, esta semana, no Masters Series de Paris.

 

Quadro final São Petersburgo'07

 

publicado por Morais às 23:51
link do post | comentar | favorito
|

Fim do jejum

Grosjean celebra o título em Lyon

Sébastien Grosjean pôs fim a um jejum de títulos que durava há já 5 anos -desde a edição de 2002 do torneio de São Petersburgo.

Na final do torneio de Lyon, 100% francesa, Grosjean impôs-se ao seu compatriota Marc Gicquel, que fora já vice-campeão na edição de 2006, perdendo, então, com o também gaulês Richard Gasquet.

Este que foi o 4º título da carreira do pequeno (1.75m) Grosjean permite-lhe encarar com outros olhos a temporada de 2008 que se avizinha, numa altura em que atravessava uma clara crise de confiança.

 

Quadro final Lyon'07

 

publicado por Morais às 22:51
link do post | comentar | favorito
|

Até já, Madrid!

Hantuchova provou, em Linz, estar entre as melhores do mundo

Com a vitória alcançada, esta semana, no torneio de Linz, a eslovaca Daniela Hantuchova ganhou o direito a estar presente no Masters feminino, que encerra a temporada do WTA Tour.

Era sabido que Hantuchova não tinha qualquer margem de erro, isto depois de ter abdicado da participação no torneio desta semana, no Canadá, pelo que apenas a vitória no evento austríaco lhe interessava. 

A eslovaca não acusou a pressão, exibiu-se em grande nível e foi somando vitórias sobre oponentes de peso -Gisela Dulko, Alona Bondarenko, Nicole Vaidisova e Patty Schnyder-, até garantir o triunfo final e consequente apuramento para o Masters de Madrid, com início marcado para o dia 5 do próximo mês.

Curiosamente, a segunda participação de Hantuchova num Masters -em 2002 perdeu na ronda inaugural, frente a Magdalena Maleeva, quando eram 16 as participantes e o sistema utilizado era o de eliminatórias- foi garantida com o 8º posto do ranking, em igualdade pontual com a russa Maria Sharapova, que teve uma época muito aquém das expectativas. Em virtude da desistência de Venus Williams, lesionada, também Sharapova (9ª classificada) garantiu presença em Madrid, mas não fora a "prenda" da mais velha das irmãs Williams e a russa seria apenas a suplente...por ter jogado menos provas que Hantuchova.

Assim sendo, esse papel foi entregue à francesa Marion Bartoli, que também esteve em bom plano em Linz, sucumbindo frente à finalista Patty Schnyder, nas meias-finais, num encontro em que actuou claramente debilitada fisicamente.

 

Quadro final Linz'07

 

publicado por Morais às 20:43
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Federer volta a vencer em casa

Tal como em 2006, Federer venceu na sua terra natal

O suíço Roger Federer, incontestado número um do ténis mundial masculino, venceu o torneio ATP de Basileia, sua terra natal, repetindo, assim, o êxito alcançado na época transacta.

Numa prova em que cedeu apenas um set -frente a Michael Berrer, na ronda inaugural-, Federer quase nunca experimentou grandes dificuldades, à excepção, talvez, do encontro com o "gigante" Ivo Karlovic (meia-final), vencido em dois tie-breaks.

Na final, frente ao "finlandês voador", Jarkko Nieminen, "FedEx" controlou sempre as operações, selando o triunfo com parciais de 6-3 e 6-4.

Foi o 52º título da carreira do tenista helvético, que garantiu, ainda e desde já, o 1º lugar final na tabela da Corrida dos Campeões de 2007.

 

Quadro final Basileia'07

 

publicado por Morais às 23:27
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

Vídeos do Mutua Madrileña Masters Madrid

Aquando da passagem pelo Recinto Ferial Casa de Campo, para assistir aos encontros do primeiro dia do Mutua Madrileña Masters Madrid, aproveitei também para fazer pequenos vídeos em algumas das partidas do dia. De seguida, podem ver os três momentos seleccionados, de entre os muito gravados para a posteridade.

 

O primeiro deles é referente ao encontro entre o escocês Andy Murray e o checo Radek Stepanek. Pessoalmente, esperava um belo embate entre estes dois, mas Murray esteve imparável, vencendo com facilidade um Stepanek muito inconstante no jogo de rede -para fazer frente ao afinado passing-shot do Murray arriscou em demasia.

 

O segundo foi captado já no único duelo de pares a que assisti. Os intervenientes até nem eram especialistas da variante, mas achei que valia a pena ver em acção David Nalbandan, Guillermo Cañas, Carlos Moya e, claro, o regressado Gustavo Kuerten. No vídeo, um ponto rápido, concluído pelo brasileiro, que se exibiu em bom plano, tendo inclusivé merecido uma ovação por parte do público entusiasta, que encheu quase por completo as bancadas da Pista Alcalá.

  
Para o fim, o terceiro momento, que é talvez o mais belo dos pontos seleccionados, ainda mais sendo um match-point. Guga e Moya, claramente os preferidos do público presente, tiveram tudo para selar o apuramento para a ronda seguinte, mas deperdiçaram uma vantagem de 9-6 no Super Tie-Break. Aqui, aos 9-7, o ponto que marcou a viragem no marcador. Nalbandian e Cañas viriam a chegar às meias-finais, perdendo apenas para os irmãos Bryan, os vencedores do evento e grandes dominadores da variante de pares do circuito ATP.
  
p.s.: por um motivo que desconheço, não é possível ver os vídeos directamente a partir da página do blog. Sugiro que cliquem duas vezes em cima dos mesmos e os vejam a partir do sítio do SAPO Vídeos.
  
publicado por Morais às 00:48
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

Mutua Madrileña Masters Madrid - Eu estive lá!

Faz hoje uma semana, tive o privilégio de assistir a alguns encontros de ténis do mais alto nível e ver, ao vivo e a cores, quase todas as principais figuras do circuito mundial masculino. Tal aconteceu no Mutua Madrileña Masters Madrid, a penúltima prova da categoria Masters Series, disputada na capital do país vizinho.

Abaixo, deixo documentados, em foto, alguns dos momentos que captei (com a preciosa ajuda da minha namorada) no decorrer deste magnífico longo dia de ténis.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Morais às 23:53
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

ATP e WTA - Torneios da semana

Basileia'07 S. Petersburgo Lyon'07

Com o aproximar do final da temporada, quer no circuito masculino, quer no feminino, aquece a luta pelas vagas ainda disponíveis para as respectivas Masters Cup do ATP e WTA Tour.

No lado das senhoras, restam três bilhetes que dão acesso à prova final do calendário, a realizar, este ano tal como no transacto, em Madrid, a partir do próximo dia 15 de Novembro. 

Em melhor posição para lá chegar encontram-se a russa Anna Chakvetadze, a norte-americana Venus Williams e a também russa Maria Sharapova, mas Daniela Hantuchova e Marion Bartoli podem ainda ter uma palavra a dizer. E como destas são as únicas, a par de Chakvetadze, em competição actualmente, dependem apenas de si próprias para se poderem juntar ao lote das melhores tenistas do planeta -Justine Henin, Jelena Jankovic, Svetlana Kuznetsova, Ana Ivanovic e Serena Williams já lá estão.

Analogamente, no circuito masculino estão também definidos apenas cinco dos participantes na próxima Masters Cup, a realizar em Xangai. Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic, Nikolay Davydenko e Andy Roddick têm já presença garantida, ao passo que David Ferrer (6º) se encontra próximo de se juntar a este quinteto, ocupando Fernando Gonzalez e Tommy Haas a sétima e oitava posições provisórias.

No entanto, em virtude da realização do Masters Series de Paris, na próxima semana, são ainda 20 os tenistas com possibilidades matemáticas de lá chegar. Cá por mim, apostaria numa classificação final idêntica à provisória antes apresentada, mas jogadores como Richard Gasquet -actua perante o seu público estas duas semanas-, Tomas Berdych, James Blake, ou até mesmo Andy Murray ou David Nalbandian (ambos em boa forma, ultimamente) podem aspirar ainda a mais altos voos.

Portanto, muita emoção em perspectiva para as próximas duas semanas. Para já, nesta, jogar-se-á em São Petersburgo, Lyon e Basileia, no circuito ATP e apenas em Linz no WTA Tour. A não perder!

 

Quadro Basileia'07 (850000€)

Quadro São Petersburgo'07 (700000€)

Quadro Lyon'07 (680000€)

Quadro Linz'07 (420000€)

 

Classificação masculina - ATP Race

Classificação feminina - Sonny Ericson Championships Race

 

publicado por Morais às 22:35
link do post | comentar | favorito
|

Vindo do nada, ele tudo levou

David Nalbandian sagrou-se hoje vencedor do Mutua Madrileña Masters Madrid, o penúltimo Masters Series da temporada no circuito ATP. O tenista argentino assinou exibições verdadeiramente brilhantes ao longo de toda a semana, tendo hoje colocado a cereja no topo do bolo, ao derrotar o suíço Roger Federer, na final do evento espanhol.

Num jogo que se antevia bem disputado, face à forma que Nalbandian vinha demonstrando, Federer entrou disposto a resolver as coisas a seu favor e cedo se adiantou no marcador. Dois breaks e 28 minutos depois, o suíço conquistava o primeiro parcial por 6-1 e parecia bem encaminhado para o 52º título da sua carreira.

No entanto, o Nalbandian que víramos nos encontros frente a Rafael Nadal e Novak Djokovic apareceu logo no despontar da segunda partida. O tenista das pampas quebrou o saque do seu credenciado oponente no segundo jogo do set e soube depois gerir muito bem as operações, vencendo esse parcial por 6-3, em grande parte devido ao seu fantástico primeiro serviço e ao reduzido número de erros não forçados.

No parcial decisivo, Federer voltou a deixar-se surpreender nos primeiros jogos e não mais foi capaz de inverter a tendência do jogo, acabando vergado à maior inspiração de Nalbandian, que acabou por ser um justíssimo vencedor.

Este que foi o primeiro título do argentino desde a vitória na edição de 2006 do Estoril Open e apenas o sexto da sua carreira permiti-lhe alimentar ainda a remota esperança de qualificar-se para a Tennis Masters Cup, a relizar em Xangai.

 

p.s.: artigo retirado do site Livre Indirecto

 

publicado por Morais às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 21 de Outubro de 2007

Justine outra vez

Henin voltou a superar tudo e todas em Zurique

Sem surpresa, a belga Justine Henin sagrou-se vencedora do torneio do Zurique, o último Tier I da temporada WTA.

Na final do evento suíço, no culminar de um percurso com apenas um pequeno sobressalto -na meia-final, frente à checa Nicole Vaidisova-, Henin desenvencilhou-se da francesa Tatiana Golovin, uma das tenistas em melhor forma nesta recta final da época. Os parciais de 6-4 e 6-4 atestam a superioridade da incontestada nº 1 mundial, que somou hoje o 20º encontro consecutivo sem conhecer a derrota.

Com mais este título, o nono da época, Justine Henin superou o seu recorde de oito títulos numa só temporada, obtido em 2003.

 

Quadro final Zurique'07

 

publicado por Morais às 21:13
link do post | comentar | favorito
|

Michelle e Gastão em bom plano

 

Actuando além-fronteiras, mais concretamente no México e nos EUA, as duas maiores promessas do ténis português, Michelle Brito e Gastão Elias, exibiram credenciais nos respectivos torneios em que participaram.

Em San Luís Potosi, no México, Michelle voltou a demonstrar o enorme potencial que lhe é reconhecido, derrotando três adversárias que já este temporada haviam batido Neuza Silva ou Frederica Piedade (Nicole Thyssen, Debbrich Feys e Daniela Muñoz-Gallegos), antes de sucumbir, nas meias-finais deste evento de 25000$, frente à menos cotada mas muito valiosa holandesa Arantxa Rus.

Esta excelente prestação valeu à tenista portuguesa mais 13 pontos para o ranking WTA, e consequente subida ao 328º lugar (ou lá muito próximo), para além de lhe ter permitido fixar o seu saldo de vitórias-derrotas num espectacular, para alguém com apenas 14 anos, 8-4. Segue-se um novo evento de 25000$, agora na Cidade do México, com início marcado para amanhã.

Quanto a Gastão Elias, o jovem da Lourinhã participou num future (15000$) em Mansfield, na Pensilvânia. Depois de ultrapassar o qualifying com grande brilhantismo -cedeu apenas 9 jogos em três partidas-, o tenista luso foi ainda capaz de vencer dois encontros do quadro principal, antes de ceder, no embate dos quartos-de-final, frente a Austin Krajicek, também ele oriundo da fase de qualificação.

Esta performance globalmente positiva deverá valer a Gastão Elias uma subida até bem próximo do top-700 da hierarquia mundial masculina.

 

Quadro final San Luís Potosi

Quadro final Mansfield

 

publicado por Morais às 17:03
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 20 de Outubro de 2007

Neuza Silva desilude em Linz

Neuza Silva assinou uma má exibição e caiu logo na primeira ronda em Linz

Depois da aventura em Barcelona, no passado mês de Junho, a setubalense Neuza Silva voltou a tentar a sua sorte no qualifying de um torneio do circuito WTA. Desta feita, no Tier I de Linz, não logrou sequer vencer um encontro, caindo logo de entrada às mãos da convidada da casa, a austríaca Patricia Mayr, por 6-1 e 6-3.

Num encontro para o qual partia como favorita, Neuza nunca foi capaz de importunar a sua jovem adversária, fraquejando por completo ao nível do serviço -venceu apenas dois dos seus oito jogos de saque- e também na disputa dos pontos de break de que dispôs (7/9).

Com esta derrota, a tenista portuguesa despede-se de Linz com apenas um ponto para o ranking WTA e pouco mais de 400€ em prémios monetários.

 

Quadro qualifying Linz'07

 

publicado por Morais às 15:27
link do post | comentar | favorito
|

Dinamarca perde referência

O dinamarquês Kenneth Carlsen, um dos melhores valores da história do ténis do seu país, pôs, aos 34 anos, um ponto final na sua bela carreira. Ao longo dos últimos 16 anos, Carlsen somou três títulos ATP individuais -Hong Kong'98, Tóquio'02 e Memphis'05-, tendo sido finalista noutros quatro e ainda em três eventos da variante de pares. O 41º posto mundial foi o melhor ranking da sua carreira.

 

Mais informações

 

publicado por Morais às 11:22
link do post | comentar | favorito
|

.Site amigo

Bolamarela

.Visitas

.Online

hit counter
blogs SAPO